Categorias: Suíça (comida)

Conheça 15 Doces Típicos da Suíça

Eu adoro doces e quem me acompanha, principalmente pelo Instagram, sabe disso. Eu já provei muitas coisas nestes 12 anos morando na Suíça e fiz esta lista de 15 doces para você que deseja conhecer um pouco mais sobre a culinária deste país.

1) CHOCOLATE
Esse é o doce mais lembrado quando se fala da Suíça. Existem várias marcas de chocolates, tanto os fabricados industrialmente como o Lindt, Cailler, Camille Bloch, quanto os artesanais da Sprüngli, Läderach, Bachmann.

Se você quiser Dicas de onde comprar chocolate na Suíça, clique aqui.
E se quiser conhecer as 6 Fábricas de chocolate que você pode visitar na Suíça, clique aqui.

2) LÄCKERLI
Típico da região da Basileia, o Läckerli é uma bolachinha feita com mel, amêndoas, frutas cristalizadas, especiarias, cerejas e chocolate. Existem vários sabores de Läckerli e o tradicional é feito com canela e cravo. Você encontra estes biscoitos nos mercados Coop e Migros, além das lojas Läckerli Huus.

3) LUXEMBURGELI
A confeitaria Sprüngli faz o Luxemburgeli, que nada mais é que o macaron que se tem na França. Porém, aqui na Suíça ele se chama de Luxemburgeli e super saborosos. Você encontra eles nas lojas da confeitaria Sprüngli.

4) ZUGERKIRSCHTORTE
Esta é um torta típica da cidade de Zug, próxima de Lucerna. É feita com o licor da cereja o Kirsch (é tipo uma cachaça de cereja, com 40% de álcool). Esta torta de cereja foi patenteada em 1943 e pertence à confeitaria Treichler, uma confeitaria que fica no centro da cidade de Zug.


5) SPANISCHBRÖDLI
Típico da cidade de Baden, a 30 km de Zurique,  o Spanischbrödli significa “pão espanhol”. Ele tem este nome porque veio do Ducado de Milão, no século 16, o qual era domínio espanhol na época.  A ferrovia entre Baden e Zurique foi a primeira construída na Suíça e ficou conhecida como “Spanischbrödlibahn”, ferrovia do pão espanhol e foi ela que ajudou a popularizar esse doce em Zurique. A especialidade de Baden era transportada em grandes quantidades no trem de manhã cedo e chegava quente em Zurique. O pão espanhol é feito com massa folhada e recheio de avelã e cenoura. 

6) BIRCHERMÜESLI
O médico suíço Bircher-Benner fez estudos sobre hábitos alimentares após ter contraído “amarelão”  icterícia e afirmar que ficou bom novamente ao comer maçãs cruas. A partir dessa observação, ele experimentou os efeitos para a saúde que os alimentos crus têm no corpo e promoveu o muesli, um prato à base de aveia crua, frutas e nozes. 
Fácil de encontrar o Birchermüesli em mercados como o Coop e o Migros, no setor de lanches, junto aos sanduíches e saldas.

7)APPENZELLER BIBER
Típico da regiao de Appenzell, o Biber é um bolinho que lembra o nosso pão de mel. Feito com a mistura de especiarias e mel, recheado com uma pasta de amêndoas. Esse é mais um doce que se encontra nos mercados Coop e Migros.


8) FASNACHTSCHÜECHLI
De origem na região de Berna, o Fasnachtschüechli é tradicionalmente vendido no período do carnaval. Ele é uma massa que lembra a nossa massa de pastel do Brasil, frita e com açúcar e canela por cima. Normalmente é vendido na sua forma arredondada. Muito comum encontrar nos mercados Migros e Coop, também.
Na região francesa da Suíça ele é chamado de Merveilles e na região italiana, Frittelle di carnevale.

9) SCHENKELI
Esse é outro doce típico do carnaval e é tradicionalmente frito. Confesso que ele me lembra o “bolo frito” que temos no Rio Grande do Sul.  Na parte francesa da Suíça ele é chamado de “cuisses de dames”. Você encontra o Schenkeli nos mercados Migros e Coop.

10) CRÈFLI
O Crèfli é da região de Ticino, a região italiana da Suíça. É uma bolacha feita com farinha, açúcar, manteiga, mel e leite ou nata e são assados ​​no forno. No entanto, também existem crèfli recheados com nozes.

Em Leventina, uma zona de trânsito de mercadorias e pessoas durante vários séculos, os doces eram menos raros do que no resto do cantão, mas eram principalmente destinados a ocasiões especiais, como festas religiosas ou festivais de aldeia: os crèfli também eram biscoitos típicos de Natal. as spampezie, biscoitos semelhantes, também produzidos na Alta Leventina.

Encontrado com mais facilidade em padarias e confeitarias da região de Ticino.

11) ENGADINER NUSSTORTE
Engadin é um vale no cantão de Grisões, o mesmo cantão de St. Moritz e Davos. É de lá que vem esta torta. Ela é feita com uma massa que vai farinha, ovo, açúcar, sal e baunilha. O recheio é de nozes com caramelo.

No mercado Migros você encontra esta torta.

12) BRUN DE BÂLE/BASLERBRAUNS
O Brun de Bâle é uma bolacha tradicional da época do natal. Sua origem é da cidade da Basileia e é feita com uma massa grossa de clara de ovo, chocolate, açúcar e amêndoas.

Nos mercados Migros e Coop você encontra, onde tem a massa pronta para fazer as bolachas em casa.

13) VERMICELLES
“Vermicelli” é uma sobremesa feita de castanhas. A partir de um purê de castanhas, leite, açúcar e baunilha  que é pressionado através de uma superfície perfurada; obtêm-se assim filamentos que são colocados em “ninho”. Tudo é colocado em uma tortinha e / ou merengue e decorado  com chantilly.

O nome deste doce deriva do italiano vermicelli, que significa minhocas (verme, minhoca em italiano), que originalmente se referia a uma forma de massa feita de fios finos e longos, usada principalmente no preparo de sopas. Esta pasta foi introduzida na França no século XVII e o termo foi transformado em vermicelli, primeiro pronunciado “italiano”, portanto “vermitchelle”, depois “francês”.

Esta sobremesa é muito vendida em confeitarias. 

14) MERINGUES ET CRÈME DOUBLE
Tradicional sobremesa da cidade de Gruyères, este doce é o merengue (suspiro) com creme duplo, uma espécie de creme de leite. Também servido como frutas vermelhas ou sorvete. 

Quando for em Gruyères, lembre de provar esta delícia!

15) RÜEBLITORTE
Uma especialidade do cantão de Aargau é a Rüeblitorte, que nada mais é que uma torta de cenoura. Porém, não é como os bolos de cenoura que estamos acostumados no Brasil. O diferencial da massa dela é o avelã, a canela, o cravo e as raspas de limão. Bem comum encontrar nos mercados as cenouras de marzipã para enfeitar a torta. O nome vem do alemão suíço, onde Rüebli significa cenoura.

Você encontra a torta de cenoura em confeitarias no cantão de Aargau e nos mercados Migros e Coop.

*************************************************************
Tá programando uma viagem para a Suíça e não sabe por onde começar? Aqui vão alguns posts que irão te ajudar:

-8 Motivos para Conhecer a Suíça
– Informações para planejar a sua viagem
– Informações sobre a abertura das fronteiras da Suíça para turistas brasileiros
– Tudo sobre viajar de trem na Suíça 
– As 5 Rotas de trens panorâmicos na Suíça 
– 9 Passeios de barco para fazer na Suíça
– 13 Montanhas para conhecer na Suíça
– Eventos para você curtir de janeiro a dezembro na Suíça
– 6 Fábricas de chocolates para visitar na Suíça
– Dicas de onde comprar chocolate na Suíça
– Onde comer barato na Suíça, dicas e sugestões de lugares acessíveis
– 10 Mercados de Natal para conhecer na Suíça

Se você quer conhecer a Suíça e não sabe por onde começar o seu passeio, saiba que eu posso te ajudar a tornar sua viagem fácil e prazerosa de fazer.
Temos uma equipe de guias para acompanhar você em seus passeios ou, se preferir, posso fazer o seu roteiro.
Basta clicar aqui abaixo, para mais informações:
Eu quero um tour com guia brasileiro
Eu quero um roteiro personalizado

Tudo muito prático e sem dor de cabeça!! Entre em contato e faça um orçamento.

Dica de viagem:
Para reserva de hotel, eu recomendo o Booking.com , pois sempre reservo por ele e tem muitas opções com preços variados.

Quem deseja alugar um carro, o site da rentcars mostra as opções de várias locadoras. Assim, você pode escolher o preço e o modelo que melhor desejar.

*****************************************************

Aproveite para acompanhar o Pelo Mundo Blog pelas redes sociais:

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.