O que fazer em Lugano em 3 dias!

Nestas férias escolares de verão da Ana Julia resolvi viajar só com as crianças, para Lugano. Fazia muito tempo que eu não passeava por lá e acho que a cidade tem tudo a ver com verão.

Passear por Lugano é como se eu estivesse em outro país. A parte italiana tem outros ares, uma imagem diferente do que eu tenho e considero o que seja a Suíça. Realmente, no cantão de Ticino (onde fica Lugano) eu já me sinto na Itália. E não acho isso só por causa da língua, mas pelas paisagens e por achar as pessoas mais descontraídas.

Como marido não tinha como tirar dias de férias, fui com os dois pequenos sozinha. Fomos de trem, porque sempre tem engarrafamento no túnel Gotthard e eu queria muito passar de trem no novo túnel base do Gotthard. O hotel eu escolhi perto do monte San Salvatore. Lá também era de fácil acesso de ônibus e a uma quadra do lago de Lugano.

Eu tinha planejado de fazermos um passeio de barco, visitar a Swissminiatur (que fica na cidade de Melide) e subir o monte San Salvatore. Deu tudo certo e conseguimos visitar tudo o que tinha pensado.

Vou contar o que fizemos nos 3 dias que ficamos em Lugano:

Primeiro dia:
Depois de chegar no hotel e deixar a mala que levamos, saímos para caminhar pela beira do lago. Tiramos fotos, paramos num quiosque para comermos sorvete e fomos até o Parco Ciani. Lá as crianças brincaram e a Ana Julia encontrou, no Palazzo dei Congressi (um local de eventos que fica no parque), brinquedos espalhados pelo gramado. Sem querer, acabamos usufruindo da estrutura que foi montada para um evento para a família, patrocinado pelo mercado Coop (uma das maiores redes de mercados da Suíça). Alí ficamos um tempo e depois fomos comer alguma coisa na região da Piazza Riforma, perto de onde saem os barcos (Lugano Centrale).
Da Piazza Riforma, voltamos caminhando para o hotel. As crianças caminhavam um pouco, brincavam um pouco e assim eu nem pensei em pegar um ônibus. Só que, depois que estávamos os 3 prontos para dormir, vi a distancia que caminhamos durante o dia. Foram um total de 6km e a tadinha da Ana Julia não reclamou (ainda bem). O Lukas teve folga porque eu levei o carrinho dele. Mas ela, caminhou o tempo todo. Juro que fiquei com peso na consciência!

Parco Ciani.
Parco Ciani.
Parco Ciani.

Prédios da Piazza Riforma.
Prédios da Piazza Riforma.
Voltando para o hotel e uma pausa para brincar.

Segundo dia:
Este foi o dia do nosso passeio de barco até a Swissminiatur, em Melide. Eu teria a opção de ir de ônibus ou trem até lá, mas achei que o barco seria mais legal.
Nosso hotel ficava na região de Paradiso e foi de lá que pegamos o barco. Ele saiu do pier Lugano Paradiso SNL e Melide foi a segunda parada depois que embarcamos. Ao descer em Melide, basta andar uns 500 metros e já está na entrada da Swissminiatur. Neste dia, o calor estava mais forte e foi difícil ficar sob o sol. Aproveitamos as sombras e o “chuveiro” que tinha próximo de um dos restaurantes. Voltamos para Lugano de barco também e fomos para o hotel aproveitar a piscina.

Daqui partiu o nosso barco para Melide.

Swissminiatur.

O “chuveirinho” no Swissminiatur.

Terceiro dia:
Nosso hotel ficava praticamente na frente da subida do Monte San Salvatore. Como era o dia de fazermos o check out, deixei a mala e o carrinho do Lukas no hotel (eles aceitam guardar as malas para você dar um passeio antes de viajar) e fomos subir o Monte. Eu deixei optei por deixar o carrinho, porque no alto de montanha é sempre complicado andar com eles. Mais prático mesmo é levar a criança no cangurú (Ergobaby) ou caminhando.
Foi então que subimos e foi super divertido. A vista de Lugano lá de cima é linda demais. Vale a pena visitar!
Ao descermos, almoçamos num restaurante que fica em frente da subida do monte. Depois, pegamos nossas coisas no hotel e seguimos para a estação de trem.

Do alto do Monte San Salvatore.
Do alto do Monte San Salvatore.

Deu tudo certo os dias que ficamos nós 3, desbravando Lugano. Entre birras, choros e implicâncias de irmãos, teve também muitas risadas, olhinhos brilhando ao ver paisagens lindas e impressionados com a natureza. Faria de novo um passeio assim com eles, com certeza.

*************************************************************
Se você tem mais interesse em saber sobre passeios pela Suíça, veja os posts abaixo:

Maison Cailler e Maison du Gruyère
Monte Pilatus
Museu dos Transportes
Lago de Weesen
Passeio de barco em Zurique
A fantástica fábrica de chocolate: Lindt!!
Kindercity – um espaço divertido
Museu Ballenberg
Chocolat Frey
Museu Tecnorama
Stanserhorn
Parque Atzmännig
Museu Tecnorama
Fábrica de chocolate suíço: Maestrani

*************************************************************
Se você quer conhecer a Suíça e não sabe por onde começar o seu passeio, saiba que eu posso te ajudar a tornar sua viagem fácil e prazerosa de fazer. Posso fazer seu roteiro, te ajudar a escolher hotéis e até te acompanhar e te levar aos locais que deseja conhecer. Tudo muito prático e sem dor de cabeça!! Entre em contato comigo e faça um orçamento. Pode ser através das redes sociais acima ou pelo email contatopelomundoblog@gmail.com

Para reserva de hotel, eu recomendo o Booking.com , pois sempre reservo por ele e tem muitas opções com preços variados.

*************************************************************

Aproveite para acompanhar o Pelo Mundo Blog pelas redes sociais:

Facebook
Twitter
Google +
Instagram

3 comentários em “O que fazer em Lugano em 3 dias!

  • agosto 9, 2017 em 6:55 pm
    Permalink

    Oi, Ana Luiza, ótimo passeio, hein!

    Vc falou no início do novo túnel Gotthard. É aquele gigantesco que levou muitos anos pra ser construído, não é?
    Consegue ver alguma coisa quando passa por ele? alguma indicação que é ele?
    Qual trem pegou pra passar nele?

    Obrigada!

    Resposta
    • agosto 10, 2017 em 6:54 am
      Permalink

      oi Iran….sim, é aquele túnel gigantesco. Ficou pronto em junho de 2016, mas a circulação de trens foi liberada a partir de dezembro de 2016. Não se consegue ver nada quando a gente passa por ele e não tem nenhuma indicação que o trem vai entrar nele, também. Mas você percebe que está no Gotthard quando o trem demora 18 minutos dentro do túnel.

      Eu viajei de Zurique para Lugano. E precisa ver qual o trem que passa no “Gotthard-Basistunnel”. Porque existem outros trens que vão de Zurique para Lugano e não passam no Gotthard. OK?

      Abraços,

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *