Cuidado ao visitar a cidade natal do Poderoso Chefão, por Keny Yasunaga

Como cinéfilo que sou, obviamente curto muito esta que é uma das principais obras do diretor Francis Ford Coppola: a trilogia de O Poderoso Chefão. Quem não conhece o grande mafioso Don Vito Corleone, um dos personagens mais famosos da história do cinema, deve assistir a trilogia o quanto antes. O personagem fez muito sucesso ao ser interpretado por Marlon Brando e Robert De Niro, e trata-se de uma obra atemporal, sine qua non da cartilha mais básica de cinema.

01

Há exatamente um ano, em setembro de 2012, fiz um passeio pela Europa, e acabei passando pela cidade de nascimento do personagem, Corleone. A cidade fica localizada na região da Sicília, na Itália, e tem cerca de 12 mil habitantes. É uma cidadezinha com 229 km², onde as construções são agrupadas e os nativos não costumam ser muito hospitaleiros com fãs fervorosos do filme. É, o couch surfing realmente pode nos levar a lugares inusitados – como foi o meu caso.

Interessante é que na minha visita eu não entendia muito bem porque aquelas pessoas eram tão fechadas e até rudes com nós, fãs do personagem. Descobri que tudo isso era porque Corleone ganhou fama negativa pela repercussão da obra. O município luta para limpar essa imagem e também administrar os problemas de segurança, já que por lá também passaram grupos mafiosos reais, com casos graves de assassinatos nos tempos mais antigos.  Por conta deste cenário, é recomendável não perguntar muitas coisas sobre máfia e Poderoso Chefão para os moradores de Corleone. As respostas costumam ser atravessadas e os olhares nada amistosos.

Foto: Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal

Visitar Corleone foi uma experiência diferente. Visualmente, a cidade chama a atenção pela arquitetura clássica italiana, mas não oferece atrativos relacionados ao filme. Ainda assim, alguns estabelecimentos guardam lembranças, já que parte das filmagens foram realizadas na cidade.

Mesmo sendo um pouco longe das grandes cidades da Itália, curti a visita a Corleone.  Com certeza acredito que a cidade mereça  uma visita rápida para sentir o clima e ter a experiência de estar na terra de um dos maiores personagens da história do cinema. O passeio é marcado por belas estradas e paisagens.

Nessa foto eu não estava em Corleone e sim em outra cidade da Itália, mas o país inteiro é lindo. Foto: arquivo pessoal
Nessa foto eu não estava em Corleone e sim em outra cidade da Itália, mas o país inteiro é lindo.
Foto: arquivo pessoal

Se você pretende fazer uma viagem a Corleone e vivenciar o setting de um dos filmes mais  incríveis que se pode imaginar, é sempre bom pensar com antecedência em detalhes como: verificar a validade do seu passaporte (tem que ter validade mínima de seis meses) e checar se sua bagagem não vá ultrapassar 32 kg (mas não se esqueça que o peso máximo da bagagem em voos internos na Europa pode variar). Outro detalhe importante é ter um seguro de viagem, já que na UE eles são obrigatórios. E tirada a burocracia que antecede a viagem, embarque e curta ao máximo sua trip! Foi o que fiz!

6 comentários em “Cuidado ao visitar a cidade natal do Poderoso Chefão, por Keny Yasunaga

  • outubro 9, 2013 em 9:31 am
    Permalink

    Nossa! É a primeira vez que leio um post sobre alguém que visitou a cidade de Corleone. Apesar de adorar o filme, não sei se essa seria uma das cidades no meu roteiro para se visitar, pelo menos não no momento. Mas é sempre bom lermos experiências reais, pegar dicas importantes e assim despertar o interesse. Pois, fiquei interessada! 😀
    Beijos

    Resposta
    • outubro 9, 2013 em 9:35 am
      Permalink

      Confesso que eu nunca tinha ouvido falar na cidade. Achei inusitada a visita e gostei de saber sobre ela. 🙂
      Beijos

      Resposta
  • abril 28, 2016 em 5:20 am
    Permalink

    A cidede de corleone deve ser muito show. Se dia eu for la vou mim centi um verdadeiro poderoso chefao.kkkkkkk um grande abraço de andre joshoa.

    Resposta
  • outubro 3, 2017 em 10:39 am
    Permalink

    Tive a oportunidade de visitar Corleone em abril de 2017. A cidade é estranha, as pessoas são estranhas, no agriturismo que fiquei ficaram me questionando o que eu estava fazendo lá. Nenhuma cena do filme foi gravada lá e minha estadia foi por 2 dias apenas e fui embora. Não recomendaria, apesar da experiência de entender porque corleone tem essa fama, os principais mafiosos italianos nasceram lá e a Ainda é um local na Itália onde a máfia é muito atuante.
    Existem lugares maravilhosos na Sicília, não vale a pena perder tem com Corleone.
    Boa viagem!!!

    Resposta
  • novembro 11, 2017 em 4:20 pm
    Permalink

    Amigos, leio e vejo muitos docs sobre a máfia italiana, e, claro, sobre a Cosa Nostra. Cheguei até este blog procurando sobre turismo em Corleone. Morei na Itália por 5 anos, mas acabei não indo à Sicília. Sobre os comentários de que as pessoas lá são estranhas, sim, com certeza. E nem é pelo fato do filme, mas sim pelo fato de que Corleone, Palermo e a Sicília são o berço da máfia italiana e americana. Dalí, sairam os mafiosos que foram pros USA no início do século passado. A máfia existe até hoje. Grande parte dos 10 mil corleoneses são de família mafiosa, logicamente não querem falar, explicar…… a máfia em Corleone teve várias fases. Nos anos 70 e início dos anos 80 a fase mais sanguinária. Sob o comando de Totó Riina, mataram juízes como Falcone e Borselino, policiais, rivais e tantos outros. Totó foi preso em 83, e está com 87 anos na prisão de Parma. Depois de Riina, o Capo dei Capi passou a ser Bernardo Provenzano, que ficou foragido por 43 anos. A polícia conseguiu prendê-lo em 2006 em um sítio na Montagna dei Cavalli, que fica ao lado de Corleone. Provenzano faleceu no ano passado. Após ele, quem assumiu o poder foi Salvatore Lopicollo, também já preso. Hoje, a Cosa Nostra tenta seguir os mandamentos de Provenzano, que fez de tudo para tornar a máfia “invisibile”… vou pra Corleone, mas não me arriscarei a perguntar nada sobre a Cosa Nostra, pois até padres já foram acusados de ajudarem os mafiosos…. 🇮🇹🇮🇹🇮🇹🇮🇹💶💶💶

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *