Categorias: Alemanha, Mainz, Uncategorized

Mainz – a cidade da Duas Rodas

Para muitas pessoas entenderem o que vou escrever, preciso explicar que trabalhei numa empresa chamada Duas Rodas. Ela está localizada em Jaraguá do Sul – SC e  fabrica matéria-prima para a indústria alimentícia. A razão deste nome vocês vão saber lendo este post.

Bem…quando fiz o roteiro desta nossa viagem, vi que Mainz era muito perto de Frankfurt. Por isso não poderia perder esta oportunidade de conhecê-la.

Na Duas Rodas uma das minhas atividades era receber turmas de universitários e contar um pouco da história e dos produtos da empresa para eles. O casal fundador saiu de Mainz logo depois da I Guerra Mundial e se instalaram justamente em Jaraguá do Sul – SC para fabricar extratos e essências naturais.

De início a empresa teve outro nome, mas era pelo desenho de seu brasão que todos a chamavam: Duas Rodas. Estas mesmas duas rodas, ligadas por uma cruz, são o brasão da cidade de Mainz.

Sempre criei a imagem da cidade como ela sendo pequena, bem do interior, poucas pessoas e pacata. Tanto que nem me preocupei em procurar informações turísticas sobre ela. Jurava que chegaria fácil e sairia logo.

Mainz fica a 40km de Frankfurt

Grande engano!! Foi justamente nela que nos perdemos!! A Mainz verdadeira era bem maior da que eu criei em meus pensamentos.  E muito mais bonita também. Confesso que fiquei surpresa com a cidade!!

Mainz é a capital do estado de Rheinland-Pfalz. E este prédio é onde trabalha os chanceler e os ministros.

Talvez por me trazer tantas boas recordações, por me fazer lembrar de pessoas tão queridas para mim, mas esta cidade foi especial. Fiquei imaginando o seu Dietrich e o seu Rodolfo (os filhos do casal fundador e que ainda trabalham na empresa) por aquelas ruas e alegria deles quando pisam por lá. Pensei na situação que fez duas pessoas largarem sua terra natal e se aventurarem em outra desconhecida.

Rio Reno

Teve até uma senhorinha que se ofereceu para tirar uma foto de nós três (eu, marido e filha) e ela ainda me diz: “Quer eu eu tire uma foto? Assim vocês 3 podem ter uma foto juntos!”. Achei ela super simpática e depois que ela saiu pensei: “Será que ela conhece o seu Dietrich ou o seu Rodolfo?”. Nestas horas a impressão que eu tinha era que todo mundo poderia ser amigo deles!!!

Placas azuis com o nome das ruas
Placas vermelhas com o nome das ruas

Sobre a cidade, Mainz  fica as margens do rio Reno e tem aproximadamente 200 mil habitantes. Uma curiosidade é que vimos placas com o nome das ruas em azul e vermelho (seriam eles gremistas e colorados???). O motivo das cores diferentes é que as ruas com as placas vermelhas ficam perpendiculares ao Reno e as azuis, paralelas ao rio.

Quartel (A DHL sempre me perseguindo! – piada interna)

Passeamos pelo calçadão onde fica o teatro e seguimos para a Dom St. Martin, a catedral, fundada em 1526.

Teatro (olhem as bandeiras com as duas rodas)
Claro que eu tive que tirar uma foto com o símbolo!!
Dom St. Martin
Jardim da catedral
Centro antigo

Enfim….Mainz me trouxe tudo de bom que eu passei na Duas Rodas.

Para quem quer conhecer a empresa Duas Rodas onde eu trabalhei, clique aqui.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

19 comentários

  1. Aninha…que lindo este post!Tanta ternura em descrever esta cidade que “nós achávamos” que fosse pacata!Minha irmã esteve aí, no ano passado, e também adorou!Com certeza nos dá muito mais orgulho! Obrigada pela homenagem (me senti incluída) e parabéns pela escolha e detalhes na descrição…me senti por lá…Bejos, Lu

  2. Lu, adorei teu post !
    Como sempre muito bem escrito e com uma riqueza de detalhes que nos “transporta” para os lugares que você tem visitado…
    E assim como a Lulu falou acima, me senti homenageada também !
    A Duas Rodas me deu muitas oportunidades nesses anos todos que trabalho aqui, e uma delas foi ter conhecido pessoas muito especiais…você é uma delas !
    Saudades !
    Bjs,
    Grah

    1. Ai Grazi….assim não aguento de emoção!!! E é isso mesmo, a DRIL me deu a oportunidade de conviver com pessoas muito especiais como você!! Sinto saudades da convivência com o povo daí!! Super beijo!!!

  3. Que legal Lu. Adorei o post. Interessante como um local, na realidade até então desconhecido para ti, pode trazer tantas lembranças e te fazer imaginar situações com as pessoas que conheces.

    1. foi meio louco sabe Paty….a sensação de estar em Mainz, uma cidade que eu já falei para tantas pessoas o motivo dela existir….e quando me vejo lá, quantas recordações vieram na minha cabeça!!! Me deu um sentimento muito bom estar lá!!

  4. Oi Anaaa, aaadoooreiii o post! Parabéns!!! Super original… rico em detalhes! Ai que vontade de conhecer este lugar incrível. Um super beijo… sentimos muita saudades de vcs!!

  5. Ana. já tinha comentado e nao sei porque nao aparece!!!
    Mas tambem fiquei emocionada com seu post! Que cidade linda e parece uma delicia caminhar pelas ruas… acho que tambem ficaria pensando que todo mundo é família/amigo do seu Rodolfo e seu Dietrich!!!
    E uma pergunta: na última foto, de jaqueta vermelha é a Ana Julia brincando com o Kefas de andar na linha? Que fofos!
    Bjo querida!

  6. adorei Ana, gostaria de estar no seu lugar. Meus ancestrais são de Mainz,Estou fazendo a árvore genealógica, por isso estou atenta a tudo que diz respeito.Que curtas tudo o que tens direito.Abraço.Hedi RS