Um passeio por Engelberg – Titlis

No país dos Alpes o que não falta são montanhas para conhecer. Elas estão para os suíços assim como as praias estão para os brasileiros. No domingo passado fomos até Engelberg, que fica na região central do país, abaixo de Luzern.

O tempo não estava muito bom por lá. Mas como a gente já havia programado, resolvemos encarar mesmo assim. É que com criança a gente não pode perder a oportunidade que ela nos apresenta de estar bem, sem doença nenhuma de inverno. 🙂

Tempo bem fechado.

Nossa intenção era descer de Schlitteln, o trenó que a gente senta e desliza por uma pista (até porque, nenhum de nós sabe esquiar). Porém, quando chegamos lá tivemos a informação de que a pista do schlitteln estava fechada por causa do mal tempo. Fiquei super frustrada. O que a gente faria com uma criança na montanha além de ficar jogando neve um no outro?

Foi então que descobrimos um pseudo schlitteln. Havia uma pista, pequena, que a gente poderia se divertir descendo dentro de umas bóias. Pois é…sabem aquelas bóias de caminhão, que muito usei na minha infância no açude da casa dos meus avós? Justamente ela fez a minha alegria de novo, só que agora no meio da neve.

Esta bóia ai do lado que usamos para descer. Muuuito legal!

No começo confesso que senti um pouco de medo para descer. Mas depois estava é empurrando os outros que desciam antes de mim. 🙂

De resto, o tempo não ajudou para que a gente pudesse ver muito. Queríamos subir até o topo, mas na hora de comprar os tickets, ficamos conversando se valeria a pena o custo benefício. Foi então que a vendedora nos disse em português: “Não vale a pena! Vocês não conseguirão ver nada com o tempo deste jeito.” A senhora portuguesa foi bem simpática e continuou: “vou dizer para vocês, já que meu colega (suíço) não entende. Não compensa irem até lá para não enxergar nada. Sugiro que vocês venham no verão. É bem melhor!”. Agradecemos a sinceridade, enquanto o suíço ficava alí, olhando sem entender nada do que falamos (e me vi como ele quando os nativos falam e eu não entendo nada. Agora já sei como fica minha cara quando isso acontece!)

Para quem sabe esquiar, o lugar é muito bom. A pista é bem longa. Tem escola de ski também para quem deseja aprender.

 

Nesta época, muitas crianças estão em suas férias de esporte (sim, aqui tem isso no inverno). Elas duram 2 semanas, mais ou menos. Por um lado, ter o tempo fechado colaborou para a montanha não estar lotada. Em dia de sol, fica mais difícil encontrar brinquedos disponíveis. Mas eles oferecem atrações durante todo o ano.

O mapa da montanha no inverno e no verão.

Há o aplicativo para celular (clique aqui para ver) para Engelberg. Nele você consegue ver o clima na montanha, reservar hotel, ver as pistas de ski.
E tem também este outro aplicativo com todas as montanhas da Suíça (veja aqui).

 

 

PS: o lugar é chamado Engelberg-Titlis porque Engelberg é a cidade na base da montanha. Titlis é o topo.
Os ingressos você pode comprar até a estação que deseja ir (não necessariamente até o topo). Nas montanhas existem várias paradas e direções até chegar no alto.

12 comentários em “Um passeio por Engelberg – Titlis

  • fevereiro 28, 2012 em 11:51 am
    Permalink

    Que lugar pitoresco! Parece dos livros infantis!
    E com bricadeiras de criança (a bóia), um verdadeiro conto de fadas…rsrsrs
    O clima me lembrou Blumenau – tirando o branco da neve…hehehe – quando no inverno começa a chover e não pára…
    Beijão para vocês!
    Com saudades, Lu

    Resposta
  • outubro 29, 2014 em 2:09 am
    Permalink

    Esse lugar deve ser lindo também no verão!!
    Mas que friiiooo, hein, Ana?
    Beijos! 🙂

    Resposta
  • fevereiro 5, 2015 em 5:47 pm
    Permalink

    Oi Ana!!!! Olha eu de novo aí!!!
    Vou esse FDS com o primo do meu marido e provavelmente em Março de novo pois uma amiga vem me visitar e quer ver neve. essas boias, quanto custam? sabes onde posso achar essas informações de aluguéis?

    Resposta
    • fevereiro 10, 2015 em 6:11 pm
      Permalink

      Maira, desculpe por não te responder. Estou de férias no Brasil e acabei demorando pra acessar o blog. Mas vc conseguiu achar as boias? Espero que sim.

      Resposta
  • dezembro 15, 2016 em 6:47 pm
    Permalink

    Olá Ana,
    estou programando minha primeira viagem para a Suíça que será em fevereiro de 2017, estou adorando seu Blog. Tenho algumas dúvidas, separei um dia para conhecer o Titlis, vou sair de Berna bem cedo de trem, ir até Lucerna e então chegar em Engelberg. Tenho o Swiss Pass, portanto comprarei a subida para o Titlis com desconto. Pretendo subir o titlis aprecia-lo e ver as atrações por lá e depois descer na estação intermediária para praticar os esportes por ali. Minhas duvidas são: Quanto tempo é necessário para conhecer o Titlis, a Clif Walk, Bar de Gelo? Posso na volta descer na estação de Trübsee sem ter que pagar a parte?

    Resposta
    • dezembro 15, 2016 em 7:26 pm
      Permalink

      Oi Ingrid, fico feliz que esteja gostando do blog.
      Para conhecer o topo, calcule umas 2 horas (entre subida e passeio lá em cima). Vc comprando o ticket pra ir até o topo, vc pode parar em qualquer estação da montanha. Quando for comprar o ticket do Titlis, informe que vc tem o Swiss Pass e que vai subir até o topo. O preço integral deste ticket é de 65 francos.

      Caso vc precise, eu faço roteiros e acompanho os turistas nos passeios. Meu trabalho é facilitar a viagem de quem vem e não quer ficar perdendo tempo procurando conexão de trem ou como chegar nos lugares.

      Por acaso, estou terminando o roteiro e vou acompanhar uma moça no final de janeiro, e o Titlis é um lugar que irei com ela. Se tiver interesse, pode entrar em contato comigo pelo e-mail: contato@pelomundoblog.com

      Resposta
  • janeiro 6, 2017 em 3:53 pm
    Permalink

    oi, tudo bom?
    Estarei em Lucerna em fevereiro e irei ao Titlis com minha filha de 4 anos. Estou com uma dúvida sobre as roupas ; ela tem casaco impermeável mas não tem calça. É realmente necessário? Eu teria como comprar/alugar lá?
    Outra pergunta: também programei uma visita ao Pilatus. Vale a pena visitar os dois com criança ou são similares? Vc escolheria algum em especial? Obrigada desde já

    Resposta
    • janeiro 6, 2017 em 5:47 pm
      Permalink

      Oi Cecília, tudo bem?
      Se vcs não pretendem se jogar ou brincar na neve, não precisa da calça. Mas se quiserem brincar, tem sim que usar a calça e a bota de neve. Tem pra alugar e vender na entrada do Titlis. Só não sei te dizer se pra crianças pequenas tem pra alugar. Mas vc vai encontrar lojas como Manor, Intersport, Sport XX que vendem roupas e calçados de neve.
      Calçado barato vc encontra na Dosenbach.
      No Titlis tem mais atrações pra crianças.
      Se precisar, faço guia de acompanhento e roteiros.

      Abraços e aproveitem a Suíça.

      Resposta
  • abril 18, 2017 em 10:29 pm
    Permalink

    Ola Ana,

    estou indo a Engelberg em maio, gostaria de saber como faço para esquir, e so comprar o ticket de CHF 65, o que este ingresso nos da de direito? alem disso temos que comprar para subir nos telefericos, e para alugar equipamentos? onde, quanto?

    obrigado

    Resposta
    • abril 19, 2017 em 1:11 am
      Permalink

      Oi William, este valor de 65 francos é para subir até o topo (ida e volta). Para esquiar, vai depender de que estação vc vai querer ir/descer. Quantos mais alto, mais cara. Mas é menos que 65 francos e vc paga por subida até a estação que vc vai descer esquiando.
      Para aluguel de material, tem uma loja da Intersport na entrada do Titlis, onde se compra os Tickets para subir a montanha. Não sei te informar os valores, mas lá vc pode alugar.
      Abraços,

      Resposta
  • maio 29, 2017 em 5:54 pm
    Permalink

    oi! estarei na Suiça dia 21 de junho, em Zurich. tem alguma cidade proxima em que posso levar meus filhos (3 e 6 anos) para brincar na neve com esta boia? li que alguns lugares tem pista aberta somente na parte da manha, por ser verao. onde posso leva-los para curtirem esse tipo de brincadeira?

    Resposta
    • maio 30, 2017 em 1:13 pm
      Permalink

      Oi Juliana, respondi para vc no seu outro comentário no post sobre o Monte Titlis.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *