Trilha nos Alpes Suíços: Uma caminhada pelo Monte Rigi

Primavera chegando, dias mais longos e o sol sendo visto com mais frequencia. Quando chega esta época, uma das coisas que mais se faz na Suíça é caminhadas pelas montanhas. Se no inverno o pessoal esquia loucamente, no verão os alpes são invadidos por muitas pessoas que fazem trilhas. Os mais de 62 mil quilômetros de trilhas são dividias entre leves, moderadas até mais “puxadas”. Todas elas muito bem sinalizadas, com placas que indicam o caminho e a duração dele.

A primeira trilha que eu fiz foi com duas amigas (que aliás, conheci graças ao blog). Uma delas mais experiente em caminhadas, nos levou para uma trilha leve, curta, para a gente começar a tomar gosto pela coisa e não traumatizar. 🙂

Nosso trajeto até à montanha:
Na verdade, este dia foi mais um misto de passeio e trilha. Fomos para o monte Rigi, que fica na região de Lucerna. De Lucerna para Vitznau nós fomos de barco. O dia estava ensolarado e maravilhoso para um passeio pelo Lago dos 4 Cantões. Em Vitznau, pegamos o trenzinho para subir até Rigi Kaltbad First (onde fica a piscina termal que mostrei neste artigo aqui). A partir de Rigi Kaltbad First a gente foi fazer a trilha.

Onde nós descemos do barco para pegarmos o trenzinho (que fica atrás desta casa).
A vista que temos do trem ao subir o Monte Rigi.

A trilha:
Todo o caminho da trilha era plano e a vista que ele proporcionava era incrível. Ao descermos na parada Rigi Kaltbad First, seguimos em direção contrária ao da piscina termal. A caminhada foi linda e paramos muito para tirarmos fotos e admirar a paisagem. No nosso ritmo mais de passeio do que de trilha, levamos em torno de 30 minutos a 40 minutos de caminhada.

O encerramento da trilha:
A gente é 99% fitness, mas com aquele 1% que só pensava em comida durante a trilha. No final, paramos num restaurante que tem no caminho. Já era um pouco tarde (para almoçar) e a cozinha deste restaurante já tinha fechado. Então, se não tem comida, a gente bebe. Para dar aquela calibrada depois do exercício.
Seguimos em direção do trem e lá, bem do lado dos trilhos, paramos para almoçar. É o restaurante do Hotel Alpina. Muito boa a comida deles.

Minhas amigas (Sueli e Laurentina) no nosso encerramento de trilha.
Este é o Hotel Alpina onde está o restaurante que almoçamos.

Dicas para fazer trilha:
– Lembre sempre de levar água e um lanche. Dependendo da trilha, é difícil encontrar um local para comprar algo para comer e beber.
– Use calçados leves e confortáveis. Aqui na Suíça existem vários tipos de calçados para trilhas. Se for uma trilha com muitas pedras, cuide para que seu calçado não seja escorregadio.
– Não faça trilhas sozinho. É recomendado que esteja acompanhado, caso aconteça algum acidente.
– Siga sempre as placas dos trajetos. Elas indicam quanto tempo falta para chegar no local que você deseja.
– Existem o site Schweiz Mobil que tem muita informação sobre trilhas na Suíça (além de rotas para bicicletas, canoagens e patins). Para acessá-lo, clique aqui.

*************************************************************
Se você quiser mais dicas de passeios pela Suíça, veja estes posts abaixo:
5 Fábricas de Chocolates para visitar na Suíça
Tudo sobre viajar de trens na Suíça 
Conhecendo o Museu do Chaplin, em Vevey
Blausee (lago azul)
Fábrica de Biscoitos Kambly
Parque Aquático Aquabasilea
Jungfrauhoch – o topo da Europa fica na Suíça

*************************************************************

Aproveite para acompanhar o Pelo Mundo Blog pelas redes sociais:

Facebook
Twitter
Google +
Instagram

*************************************************************
Se você quer conhecer a Suíça e não sabe por onde começar o seu passeio, saiba que eu posso te ajudar a tornar sua viagem fácil e prazerosa de fazer. Posso fazer seu roteiro, te ajudar a escolher hotéis e até te acompanhar e te levar aos locais que deseja conhecer. Tudo muito prático e sem dor de cabeça!! Entre em contato comigo e faça um orçamento. Pode ser através das redes sociais acima ou pelo email: contatopelomundoblog@gmail.com

Para reserva de hotel, eu recomendo o Booking.com , pois sempre reservo por ele e tem muitas opções com preços variados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *