Passeando de bicicleta pela Suíça

Com a chegada dos dias quentes, a gente acaba mesmo é querendo aproveitar cada minuto fora de casa. E passear de bicicleta com as crianças tem sido muito legal. Agora, a Ana Julia já tem um equilíbrio melhor e mais fôlego para podermos arriscar e ir um pouco mais longe. Já o Lukas, vai no carrinho que o marido puxa pela bicicleta dele. Eu tenho a cadeirinha para ele na minha bike (que usava com a Ana Julia quando ela era menor), mas ele não se sente muito seguro ao andar alí. Prefere ir no carrinho onde também ele pode dormir sossegado, se quiser.

Família toda pedalando. O Lukas está no carrinho que o marido está puxando.

 

Lugares lindos que passamos!

Vai dizer que não dá gosto pedalar num lugar assim?

Como é andar de bicicleta pela Suíça?
Bem…aqui existem vários tipos de terrenos. Então, se você é tipo eu, que procura um caminho mais light para fazer o passeio, saiba que tem. E se for do grupo dos radicais e que gostam de adrenalina, também tem.
Para você ter noção de onde você deseja ir, existe o site Velo Land. Neste site você pode fazer um tour por toda a Suíça, se quiser. Nele estão as informações que você precisa para programar um passeio mais distante ou pelas redondezas de onde você mora.
Existem roteiros prontos com as qualificações de fácil, médio ou difícil, dependendo do tipo de terreno (com subida, plano, montanhoso, com pedras).

Tem como fazer o passeio de bicicleta sem andar pelas ruas, junto dos carros?
Sim, é possível. Existem placas que indicam o caminho para que possamos andar de bicicleta, pelas estradas onde somente passam quem estiver caminhando, correndo ou patinando. Não que os carros não respeitem os ciclistas. Aqui, nunca tivemos problema ao transitar no meio dos automóveis e caminhões. Se por acaso você seguir pelas ruas, junto aos carros, basta respeitar as sinalizações e seu passeio/trajeto será tranquilo(ciclista tem que obedecer e utilizar das regras de trânsito como se estivesse conduzindo um carro). Nestas situações, onde dividimos espaço com o motoristas, existem as ciclovias (Às vezes acontece de em certos trechos não ter a ciclovia. Mas logo em seguida acaba aparecendo ou a ciclovia ou a placa indicando o caminho para as bicicletas sairem do fluxo do trânsito. Que são as placas avermelhadas com o desenho de bicicleta).

Sinalização que indica os caminhos para pedalar.
Foto: VeloLand
Sinalização de rota.
Foto: VeloLand

A cultura da bicicleta:
Aqui na Suíça, andar de bicicleta é básico para todas as crianças. O fato de ser comum o hábito de se deslocar assim é porque aqui não temos transporte escolar. Por mais que a escola seja perto da casa do aluno, às vezes pode acontecer de a criança frequentar uma que seja um pouco mais afastada. Isso é tão normal aqui que todo colégio tem um estacionamento de bicicleta (e dependendo do tamanho da escola, é bem grande o espaço destinado para isso.). É na escola também que os alunos recebem aulas de como andar e sinalizar quando estiver pelas ruas. Quando começa a primavera, começam também essas aulas. São policiais que orientam e explicam às crianças para que possam andar em segurança junto aos carros. E como numa auto escola, tem a prova. Os mesmos policiais que ensinam, também avaliam o desempenho dos pequenos. Por conta disso, não é recomendado que as crianças que ainda não passaram por esta prova, usem a bicicleta para ir até a escola.

Mas não são só os pequenos que curtem a magrela. Fácil também ver pessoal indo para o trabalho (tanto no inverno como no verão, diga-se de passagem), pedalando em grupo no final do dia ou no fim de semana, indo ao mercado….enfim…tem-se a cultura do uso da bicicleta muito forte por aqui.

Este passeio foi em fevereiro, ainda quando estava frio.
Lukas foi na cadeirinha que carrego na minha bicicleta.

Como se preparar para os passeios:
É obrigatório a bicicleta ter luz na frente e atrás (como se fosse moto). Claro que se for durante o dia, não precisa deixar ligada. Mas à noite, tem que ter esta sinalização ao sair na rua.
Alguns preferem também usar um colete sinalizador, mas não é obrigatório. Ele é verde limão com listra que reflete a luz. O capacete também não é obrigatório, mas sempre aparecem campanhas de conscientização para que seja feito o uso dele. Tanto para as crianças, quanto para os adultos. Inclusive as crianças que vão na cadeirinha, como “caroneiro”, recomenda-se que use o capacete.
Além da cadeirinha, muitos pais também usam o carrinho que é puxado pela bicicleta. Neste carrinho, bebês/crianças podem ser conduzidas com mais conforto. O Lukas prefere ir no carrinho que temos. Na cadeirinha ele ainda não se sente muito seguro.

A preparação para um passeio.

Dicas:
– Caso você não tenha bicicleta e não queira investir muito para adquirir uma, veja nos Velobörsen. Velobörsen são as feiras de bicicletas e acessórios usados, um lugar muito legal que pode te ajudar a economizar uma boa grana. Para mais informações sobre isso, clique aqui. 
– Se você pedala com frequência, pelo menos 1 vez pro ano é recomendável fazer a revisão da bicicleta (como fazemos com carro).
– Segundo a Polícia, os roubos de bicicleta tem aumentado. Por conta disso, recomenda-se que você use uma tranca/cadeado para que não levem a sua.
– Um dos passeios de bike mais famosos na Suíça é o Slow Up. Ele acontece em várias cidades do país e é um convite a deixar o carro em casa e curtir um circuito com a família toda. Mais informações, clique aqui. 

*************************************************************
Se você tem mais interesse em saber sobre passeios pela Suíça, veja os posts abaixo:

Maison Cailler e Maison du Gruyère
Monte Pilatus
Museu dos Transportes
Lago de Weesen
Passeio de barco em Zurique
A fantástica fábrica de chocolate: Lindt!!
Kindercity – um espaço divertido
Museu Ballenberg
Chocolat Frey
Museu Tecnorama
Stanserhorn
Parque Atzmännig
Museu Tecnorama
*************************************************************
Se você quer conhecer a Suíça e não sabe por onde começar o seu passeio, saiba que eu posso te ajudar a tornar sua viagem fácil e prazerosa de fazer. Posso fazer seu roteiro, te ajudar a escolher hotéis e até te acompanhar e te levar aos locais que deseja conhecer. Tudo muito prático e sem dor de cabeça!! Entre em contato comigo e faça um orçamento. Pode ser através das redes sociais acima ou pelo email contatopelomundoblog@gmail.com

Para reserva de hotel, eu recomendo o Booking.com , pois sempre reservo por ele e tem muitas opções com preços variados.

*************************************************************

Aproveite para acompanhar o Pelo Mundo Blog pelas redes sociais:

Facebook
Twitter
Google +
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *