Winterthur e o Museu Tecnorama, Suíça

Winterthur já tinha sido nosso destino há 3 anos atrás. Aquela vez foi só um passeio pelo centro da cidade, num domingo (quando tudo, praticamente, está fechado).

Captura de Tela 2014-07-23 às 09.25.38

IMG_3593 IMG_3594

Eu e Ana Julia no calçadão (Marktgasse), quando fomos pela primeira vez em Winterthur.
Eu e Ana Julia no calçadão (Marktgasse), quando fomos pela primeira vez em Winterthur (junho 2011).

IMG_3599

Igreja de Winterthur, construída no século 13.
Igreja de Winterthur, construída no século 13.

IMG_3597

Um pouco sobre a cidade:

A história de Winterthur começa no século 1 depois de Cristo, quando os romanos construíram o forte Vitudurum. A cidade, que já foi de domínio austríaco no século 13, começa a florescer para a vida cultural com a fundação da Faculdade de Música, em 1629 e a Biblioteca Municipal, em 1660. Winterthur tem aproximadamente 100mil habitantes e é cidade suíça com maior área verde na zona urbana.

E para aproveitar as férias da Ana Julia deste ano, achei que seria legal levá-la novamente lá. Mas o interesse maior era que ela aproveitasse o Technorama. O Technorama é um museu de ciência e tecnologia que introduz, de uma forma lúdica, estas áreas para as crianças. Tudo lá é interativo e eles também fazem shows e demonstrações de como funcionam alguns fenômenos de física e química.

Mas antes de irmos para o museu, passeamos pelo centro de Winterthur. Deixei o carro no estacionamento do teatro, que fica ao lado do Stadtgarten (jardim da cidade). Ana Julia brincou um pouco por alí até que começou a chover e resolvemos comer (chuva dá uma fome, né?). O Stadtgarten fica a uma quadra do Marktgasse (o calçadão de Winterthur). Neste calçadão a gente parou na confeitaria Vollenweider Chocolatier Confiseur (tem uma filial em Zürich também) para fazermos um lanche.

Parquinho no Stadtgarten.
Parquinho no Stadtgarten.
Stadtgarten.
Stadtgarten.
Stadtgarten.
Stadtgarten.
Stadtgarten.
Stadtgarten.
Stadtgarten.
Stadtgarten.
Nós duas no Stadtgarten.
Nós duas no Stadtgarten.

IMG_3607

Vollenweider Confiserie.
Vollenweider Confiserie.
Vollenweider Confiserie.
Vollenweider Confiserie.

Depois disso, fomos para o Tecnorama. A parte que a Ana Julia gostou mais foi a musical/sons que fica no segundo andar. Mas lá tem brinquedos para crianças de todas as idades. E eu acho muito legal elas terem contato com este tipo de assunto, mesmo ainda antes de entendê-los. Professores suíços com os quais já conversei, consideram que as crianças, quanto mais cedo entrarem em contato com os conhecimentos matemáticos, físicos e químicos, melhor elas entenderão sobre estas disciplinas na escola. Mas independente disso, vale a pena pelo divertimento que os pequenos terão por lá!

Entrada do Tecnorama.
Entrada do Tecnorama.
Tecnorama.
Tecnorama.
Tecnorama.
Tecnorama.
Tabela periódica com os elementos. Para quem adorava química, ver isto muito o máximo!!
Tabela periódica com os elementos. Para quem adorava química, ver isto é o máximo!!
Tecnorama.
Tecnorama.
Tecnorama.
Tecnorama.
Ana Julia brincando com o teorema de pitágoras.
Ana Julia brincando com o teorema de pitágoras.
Ana Julia brincando na entrada do Tecnorama.
Ana Julia brincando na entrada do Tecnorama.

Informações sobre o Tecnorama, clique aqui.
Informações turísticas sobre Winterthur, clique aqui.

7 comentários em “Winterthur e o Museu Tecnorama, Suíça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *