Toda regra tem sua exceção – Lanche no Kindergarten

Hoje, pela primeira vez, a Ana Julia pôde levar chocolate de lanche para a escola (o que eles chamam de Znüni). Mas por uma causa especial. Hoje também é a primeira vez que a turminha dela faz uma “excursão”. Eles irão para Baden, de ônibus (de linha normal e não um exclusivo para eles), onde poderão brincar e fazer “churrasco” juntos (churrasco para a Ana Julia é salsicha assada e será o almoço deles). Só voltarão para casa de tarde. Programa bem suíço.

O lanche de hoje e o detalhe do chocolate. Para beber? sempre água.
O lanche de hoje e o detalhe do chocolate. Para beber? sempre água.

E como é um acontecimento especial para a turma, as professoras liberaram para lanche da manhã um chocolate (pequeno) ou chips.  Como minha filha é chocólatra (a fruta não cai longe do pé) ela achou o máximo levar chocolate de lanche e ainda fazer o “churrasco”.

 

Ana Julia toda faceira indo para a escola.
Ana Julia toda faceira indo para a escola.

Nestas horas que a gente vê que criança se contenta com pouco e com coisas bem simples. Tenho certeza que ela irá adorar o passeio. E a mãe aqui começa a cair na realidade que a filha está crescendo.

 

A turminha saindo para o passeio. Algumas mães levaram seus filhos na escola para acompanhar o momento. Eu fiquei da janela cuidando.
A turminha saindo para o passeio. Algumas mães levaram seus filhos na escola para acompanhar o momento. Eu fiquei da janela cuidando.

É….hoje eu também tenho a minha primeira vez. A primeira vez que não colocarei o prato da Ana Julia na mesa para o almoço. Tão estranho!
Meu bebê cresceu e nestas horas é que eu percebo. Difícil para uma mãe cair na realidade, né? 🙂

6 comentários em “Toda regra tem sua exceção – Lanche no Kindergarten

  • maio 28, 2014 em 12:09 pm
    Permalink

    Você sentirá muita falta quando ela entrar na adolescência. Por mais perfeitos que os pais tenham sidos, parece que os filhos esquecem e só ligam pros amigos.
    Não sei se na Suíça será diferente. Pelo comportamento de uma galerinha bem juvenil que vi em Montreux este ano, muda muito não!!!
    Mas o importante mesmo é a gente fazer nossa parte bem feita.

    Resposta
    • maio 28, 2014 em 2:09 pm
      Permalink

      A adolescência é uma fase complicada mesmo né, José Eduardo? E como vc citou, acho que independe do país onde se mora. A rebeldia e o distanciamento dos pais sempre acontece. Eu lembro que fui muito rebelde nesta idade. Sem causa, claro!
      Como vc disse, continuamos fazendo a nossa parte.

      Abraços,

      Resposta
  • maio 28, 2014 em 4:20 pm
    Permalink

    O que eu acho mais lindo na Suíça são os lanches saudáveis!!! Como me encanta ver que é questão de costume mesmo.. 😀

    Resposta
    • maio 29, 2014 em 8:50 am
      Permalink

      Eles são bem cuidadosos em relação à alimentação mesmo, Maira. Principalmente com os pequenos. 😉

      Resposta
  • maio 28, 2014 em 11:20 pm
    Permalink

    Que emocao! Muito verdade o que voce disse sobre crianca ficar feliz com pouco! Acho isso lindo
    Lembro direitinho desses passeios com o colegio quando eu era crianca..nas noites anteriores eu nem dormia direito de tao ansiosa hahaha
    Que epoca boa! Da muuuuuuita saudade

    Resposta
    • maio 29, 2014 em 8:53 am
      Permalink

      Ai Sarah….muita emoção mesmo!! Meu coração de mãe ao mesmo tempo que fica apertado, consegue entender que isso é natural. Essa “independência” todos nós precisamos. Mas para as mães fica mais difícil de assimilar. 😉
      Nada como um dia depois do outro!!!

      E eu também lembro dos meus passeios na escola. Para mim eram fantásticos! Adorava muito!!!!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *