Creche e outros serviços que cuidam das crianças – Suíça

Para facilitar a vida das mamães que estão de mudança para a Suíça ou as que são recém chegadas por aqui, vou escrever sobre lugares como creches e afins. Recebo muitas mensagens de mães e pais perguntando como foi a adaptação da Ana Julia com a língua, se ela aceitou bem o idioma, se está gostando do Kindergarten, a partir de que ano começam na escola pública…e por isso, neste post quero esclarecer estas dúvidas e tranquilizar os pais. Afinal, a troca de país nos preocupa por vários motivos. Mas se nossos filhos estão bem adaptados, já é meio caminho andado.

Bom…vou começar contando minha história. Minha filha foi para a creche com 1 ano e 2 meses. Se dependesse do meu marido, ela teria ido antes. Mas eu, preocupada como esta nova rotina seria, consegui retardar um pouco mais. Para começo de conversa, a Ana Julia ainda mamava no peito nesta idade. E isso era o que mais me deixava apreensiva. O motivo: ela dormia de tarde enquanto mamava. Logo, ela teria que aprender a dormir sem “me usar”. A moça responsável pela turminha dos bebês foi super atenciosa e eu me senti segura de como ela era carinhosa com as crianças e de como as crianças gostavam dela. Mas a adaptação da Ana Julia demorou 4 meses. Durante este período, eu ficava um tempo na sala com ela e depois saía. Com o passar dos dias, o meu tempo em sala diminuía até eu voltar somente no final da tarde. Ah…ela ficava somente  3 tardes na creche (porque era o mínimo que eles exigiam para a criança frequentar. Se fosse menos ele alegavam que ela não pegaria vínculo com o lugar e as pessoas de lá).

Entrada da creche que a Ana Julia freqüentava.
Entrada da creche que a Ana Julia freqüentava.

No segundo ano dela na creche nós aumentamos o tempo da Ana Julia para 4 tardes. E até os 4 anos ela ficou nesta creche (que é subsidiada pela empresa onde meu marido trabalha). Ela aprendeu o alemão (ela teve duas monitoras que são alemãs e por isso não ouvia só o alemão suíço), mas ela falava bem pouco quando saiu da creche. Ela soltou mais a conversa em outra língua depois que começou no Kindergarten. Portanto mamães, não se desesperem (como eu me desesperei!!!). Nossos filhos falarão a nova língua, tenham certeza. E claro, quanto mais cedo a criança tiver contato com a nova língua, mais rápido ela irá aprender.

Abaixo a lista de lugares/serviços que cuidam das crianças antes (e alguns depois) de irem para a escola:

– Spielgruppe: é similar a creche, porém o tempo que a criança fica é menor (geralmente 2 horas e meia e no máximo 2 dias).  Os que eu conheço aceitam crianças a partir de 2 anos e meio até 4 anos e meio. O daqui de Obersiggenthal funciona assim: aberto de segunda a sexta, das 9h às 11h30min e das 13h30min às 16h. Se a criança vai somente uma vez por semana o custo é de 150 francos. Se for 2 dias por semana, custa 260 francos. Estes valores são pagos a cada 3 meses (não é pagamento mensal). Para se inscrever precisa pagar uma taxa de 50 francos (que deve ser paga anualmente, mesmo que você renove seu contrato). A criança leva o lanche de casa.

Importante: as férias do Spielgruppe acompanha as férias escolares. Isto é, tem férias de primavera, verão, outono, inverno e de natal.

– Kinderkrippe: é a nossa conhecida creche. Aqui a criança pode ficar turno integral ou no mínimo 1 dia e meio. O lanche é por conta da creche, mas os pais devem levar fraldas e algumas roupas dos bebês para ficarem guardadas lá (para alguma emergência). Para os bebês, levar também leite/complemento que tomam.

O que pesa aqui é o preço que é bem salgado. Para uma criança, período integral durante toda a semana, o valor é aproximadamente 2 mil francos. Se a creche é subsidiada pela empresa onde os pais trabalham, o valor fica mais baixo. Se você tiver dois filhos, o valor diminui também. Geralmente a prefeitura das cidades possuem creches e cobram a mensalidade de acordo com o salário dos pais. O que facilita bastante.

Algumas creches fecham somente 2 semanas no verão e 2 semanas entre natal e ano novo. Outras seguem o calendário escolar e fazem todas as férias, no mesmo período das escolas.

Eles montaram uma horta na creche, com as crianças.
Eles montaram uma horta na creche, com as crianças.
Ana Julia e alguns coleguinhas na creche.
Ana Julia e alguns coleguinhas na creche.

– Mittagstisch: funciona como se fosse um restaurante, onde as crianças podem ir almoçar, depois da aula. O valor mensal é de 6o francos (para os 5 dias da semana). Se for utilizar esporadicamente é preciso marcar antes e o valor é de 12 francos. Somente crianças a partir da primeira série podem utilizar o Mittagstisch.

Tagesstrukturen: como diz o nome (estrutura de um dia), este serviço oferece o café da manhã, almoço e o cuidado durante a tarde para as crianças. Funciona das 7h às 9h e das 11h às 18h30min no período de aula. Nas férias escolares é das 7h às 18h30min. Ótimo para os pais que começam a trabalhar mais cedo que o horário da escola do filho, para aqueles que não tem com quem deixar as crianças depois do horário da escola e durante as férias (porque nem sempre conseguem folga nestes dias também). Só não sei informar se no trajeto escola-tagesstrukturen a criança vai sozinha ou alguém vai buscá-la.

– Tagesmutter: é o que a gente chama de babá, mas a que a gente solicita exporadicamente. Eu nunca utilizei este serviço porque não deixaria minha filha com uma pessoa que nunca vi na vida. Mas para quem precisar e quiser saber onde encontrar, veja esta lista aqui de pessoas que trabalham com isso.

 – Kindergarten: a partir dos 4/5 anos a criança começa a freqüentar o jardim de infância. A idade certa depende das regras de cada Cantão. Mas os pais serão informados previamente que seu filho deverá frequentar a escola no próximo ano letivo. O jardim de infância é obrigatório, gratuito e público. Caso os pais desejem colocar a criança em uma escola particular, precisam conversar com a prefeitura. Para a gente veio a correspondência de que a Ana Julia começaria o Kindergarten e junto um formulário. Neste formulário eu poderia informar a escola particular que ela seria matriculada, caso ela não fosse para a escola pública. Neste post aqui tem tudo explicado sobre o Kindergarten da Ana Julia.

Jardim de infância.
Jardim de infância.
Jardim de Infância.
Jardim de Infância.
Ana Julia fazendo pão de lagarta no Kindergarten.
Ana Julia fazendo pão de lagarta no Kindergarten.
Uma dentista explicando a higiene dental (Kindergarten).
Uma dentista explicando a higiene dental (Kindergarten).

PS:

– O Spielgruppe, Kinderkrippe, Mittagstisch e Tagesstrukturen são os de Nussbaumen, onde a gente mora. Mas a maioria das cidades oferecem estes serviços. Informe-se na prefeitura de onde você mora;

– Neste site aqui você também encontra Tagesmutter, babysitter e serviços do gênero.

 

7 comentários em “Creche e outros serviços que cuidam das crianças – Suíça

  • abril 13, 2014 em 10:00 pm
    Permalink

    tudo que eu perguntei em off…. respondido aqui!!! kkkkkkkkkkkk
    obrigado!!! rs

    Resposta
  • agosto 13, 2014 em 9:23 pm
    Permalink

    Oi Ana, muito útil o post. Estou procurando há tempos essas informações..obrigada!!

    Resposta
  • janeiro 25, 2016 em 1:55 pm
    Permalink

    Olá, o blog está mto interessante, contudo convém referir, que não deve colocar horários nem valores, pois estes mudam de cantão ou até de concelho e os valores são calculados de acordo com o vencimento. Eu trabalho numa estrutura diária e nós p.ex. temos outro horário e oferecemos outros serviços.
    Cumprimentos.

    Sara Saraiva

    Resposta
    • janeiro 25, 2016 em 6:36 pm
      Permalink

      Oi Sara, obrigada pelo comentário. Mas esta informação de que pode mudar os preços está no final do post, onde falo que estes serviços são os oferecidos em Nussbaumen. E sugiro que as pessoas entrem em contato com os serviços oferecidos em suas cidades. Abraços

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *