O alemão como segunda língua

Segundo o que nos disseram no curso sobre a escola suíça, 70% dos alunos de Obersiggenthal (onde moramos) são estrangeiros. Daí vocês podem imaginar o tanto de gente que não é daqui e mora na cidade. No meu prédio não tem nenhum suíço. O que é um lado bom, segundo a professora de alemão. É por causa disso que o governo kantonal arca com os custos de ensino da língua alemã para as crianças no kindergarten (DaZ = Deustch als Zweitsprache, que significa alemão como segunda língua).

Este acompanhamento pode ir até o segundo ano primário. A professora que dá a aula, falou que os pequenos que não possuem o alemão como língua materna, levam em torno de 4 anos para atingir o nível do alemão de uma criança suíça. Eu acho que é exagero de tempo, mas vá lá….acho mesmo que é para nenhuma mãe morrer de preocupação.

O alemão ensinado é o Höhe Deutsch (o alemão da Alemanha)Antes, no kindergarten, a língua era o alemão suíço (afff!) e os pequenos tinham que aprender tudo de novo no primeiro ano primário, quando o Höhe Deutsch começava a ser ensinado.

A professora do kindergarten é quem vai dizer se o aluno precisa ou não de um reforço no alemão. Se precisar, os pais são avisados através de uma carta que seu filho terá as aulas da língua no horário escolar. E é tudo junto, na mesma sala também. Não fica em nenhum momento separado dos demais.

O aprendizado é todo lúdico, onde a criança aprende o vocabulário básico, diário, das coisas que ela utiliza, como: mesa, talheres, pratos, bola, sapato, pia, sofá…enfim, tudo o que possa ter relação com a rotina do aluno. Para ajudar o seu filho, as mães foram orientadas a estimular o vocabulário na língua materna. Segundo a professora de alemão, a criança só consegue aprender outra língua, quando ela tiver um bom vocabulário também no português (como é o meu caso).  Se a língua mãe ainda não estive bem clara e com um certo domínio das palavras, fica mais difícil de entender o alemão.

406780_424771630940488_388185580_n

Outra coisa que ajuda é os pais mostrarem interesse também em aprender a língua local.

Para quem se perguntar: “E como ficam as crianças que chegam na Suíça com idade além do kindergarten ou primeiros anos do primário?”

Funciona assim: de 7 até 12 anos, recebem cursos de integração e 10 a 15 aulas de alemão por semana. A partir dos 12 anos, além do curso de integração, o número de aulas é maior. São de 24 a 26 aulas por semana. Nos dois casos, o tempo destas aulas são de 6 a 12 meses.

Minha filha já fala um pouco de alemão. Ela frequenta a creche desde 1 ano e 2 meses, por 4 tardes durante a semana. Sei que se ela fosse em horário integral, estaria realmente fluente. Em casa falamos só em português com ela. Pediatra e professora da creche nos informaram que é assim que devemos proceder. Porque é dessa forma que ela vai entender que em casa é uma língua e na escola é outra. Mas tudo tem sua hora e mãe de criança bilíngue precisa ter paciência. Cada pequeno tem seu tempo, sua forma de aprender, de se expressar.

12 comentários em “O alemão como segunda língua

  • maio 29, 2013 em 11:02 pm
    Permalink

    olá ana luiza,desculpe estar a incomodar,mas queria fazer várias perguntas,o meu marido está na suiça á 3 temporadas,mas com premi l,porque a empresa para no inverno,tb tenho uma filha com 4 anos,chamada raquel,eu queria saber se estão a precisar de colaboradores para a fábrica do chocolate,sei falar alguma coisa de ingles e vou tirar curso de alemão,o meu marido está na parte alemã a cerca de 30 km de zurique a localidade é wetzikon,está a ficar dificil o nosso afastamento,se souber alguma coisa diga,muito obrigado e bem haja

    Resposta
    • junho 1, 2013 em 12:42 pm
      Permalink

      Desculpa Andreia, mas não sei te informar sobre vagas de empregos.

      Resposta
  • junho 18, 2014 em 12:31 pm
    Permalink

    vc poderia dar umas dicas sobre, cursos de alemão para adultos, tipo aqueles q não sabem de nada 🙂 ?

    Resposta
    • junho 20, 2014 em 2:11 pm
      Permalink

      obrigada pela dica. Vou fazer uma lista dos que eu encontrar e publicar na página do blog no facebook. ok?

      Resposta
  • agosto 17, 2015 em 10:43 pm
    Permalink

    Ana Luiza, fiquei muito contente em conhecer seu blog.
    Estou ainda um pouco perdida nas minhas pesquisas, pois eu e meu marido, estamos realmente pensando em irmos embora do Brasil pra passarmos uma temporada na Suíça. Temos dois filhos pequenos, um de cinco outro de quatro anos, e confesso, que tenho pavor em aprender o alemão. Acho que para as crianças tudo flui mais fácil e rápido. Talvez por uma facilidade, nós resolveremos ir pra uma região da Suíça que fale o italiano, já que tenho mais facilidade com esta língua. Enfim, hoje vc tirou algumas dúvidas sobre como funcionam as escolas aí na Suíça. Espero poder acompanhá-la em outras dúvidas. Obrigada e belo trabalho!

    Resposta
    • agosto 18, 2015 em 5:36 pm
      Permalink

      oi Camila, que felicidade saber que o blog tem lhe ajudado. Se precisar de alguma coisa, só falar.
      Beijos

      Resposta
  • Pingback: A primeira série na Suíça – Pelo Mundo Blog

  • junho 14, 2016 em 7:28 pm
    Permalink

    Olá Ana Luisa!!! Gostaria de saber como é o processo para imigrantes entrar em faculdades ai na Suiça…….E como funciona os plantões de médicos ai
    Beijos………

    Resposta
    • junho 15, 2016 em 12:21 am
      Permalink

      oi Yasmin….depende da faculdade. Melhor vc entrar em contato com a faculdade que deseja ingressar. Assim vc terá informações corretas.
      Os plantões dos médicos não sei lhe dizer.

      Beijos,

      Resposta
  • novembro 28, 2016 em 3:34 am
    Permalink

    Ola, vou me mudar para a Suíça no ano que vem e minha filha de 9 anos vai começar a estudar la sem saber nada em alemão.. Gostaria de saber como a escola la procede neste caso…obrigada

    Resposta
    • dezembro 4, 2016 em 11:09 pm
      Permalink

      Oi Raquel, o que acontece nestes casos é colocar a criança numa turma com outras que não sabem alemão. Ali elas aprendem o idioma e as matérias. Quando a professora achar que o aluno já está apto a entender alemão e participar da turma que já é fluente, a criança passa a frequentar a sala de aula “normal”. Pelo menos aqui no cantão de Aargau é assim.
      Abraços e sejam bem vindos à Suíça

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *