A preparação para o Kindergarten

Quando voltamos das férias do Brasil, em janeiro, já havia uma correspondência com as informações do Kindergarten. Mesmo o ano letivo começando só em agosto, a gente já estava com a papelada para matricular a Ana Julia na escola. Confesso que deu um choque, sabe? Minha menina que chegou aqui com 2 meses….agora com quase 4 anos, vai começar a escola, uma parte tão importante na vida dela….tô ficando velha mesmo!!

A prefeitura é quem manda esta primeira carta. Nela veio o formulário para a matrícula e as informações sobre o funcionamento do Kindergarten, como:

– a criança deve chegar entre 8h e 8h20min. Não deixar ela ir antes e se chegar depois deste horário, não entra na sala de aula;

– não é permitido que a criança vá de bicicleta para a aula. Pois por lei ela não tem idade para utilizá-los pelas ruas (para brincar nos parquinhos pode). Somente mais tarde, quando tiver aulas para isto;

– a criança deve ir sozinha no trajeto casa-escola-casa. Os pais devem começar desde já a ensinar o caminho para que ela aprenda até começar o ano letivo;

– as datas das férias dos dois anos de kindergarten (2013/2014 e 2014/2015) já vieram descritas. A professora pode dar meio dia de férias a mais, se os pais pedirem por escrito (aqui TUDO é por escrito). E um total de UM dia por ano a mais de férias. Aqui acho que a gente vai se ralar….tô vendo que nossas férias de verão no Brasil estão indo pro beleléu;

– a frequência na escola é obrigatória e os pais serão multados, caso não mandem seus filhos. Se a criança faltar sem justificativa, o valor da multa é de 600 francos. Se houver reincidência, o valor varia entre 1.000 e 2.000 francos. Quando doente, os pais devem informar a professora na primeira hora da manhã, logo que a escola abre;

– para crianças que tem o alemão como segunda língua (nosso caso), é oferecido aulas fora do horário da escola. A professora é quem vai decidir se a criança vai precisar ou não;

– apoio psicológico também pode ser solicitado. Um profissional de psicologia acompanha o desenvolvimento da criança, caso ela apresente baixo rendimento;

– todo dia 25 de cada mês os pais podem visitar a escola, frequentar a sala de aula. Basta informar a professora antes;

– para qualquer reivindicação dos pais em relação ao desenvolvimento e aprendizagem da criança na escola, deve ser feito por escrito. A solicitação será avaliada pelo conselho escolar.

IMG_4149

Além de todas estas informações, veio também um convite para um curso sobre o sistema escolar do Cantão de Aargau. Este convite veio em alemão e em português (ai que coisa boa!). Eles informaram que se tivesse uma procura pela língua portuguesa (ou qualquer outra) que teria alguém para traduzir. Me inscrevi, coloquei lá: “português, por favooooooor!, Mas se for pedir muito, inglês, please!!” e comecei a rezar.

Ontem foi o primeiro dia de curso, que por sinal será toda quinta-feira de manhã (durante 6 semanas), na escola primária daqui de Obersiggenthal. Lá conheci uma brasileira muito simpática e que mora na Suíça há 20 anos. Ela trabalha para a prefeitura de uma outra cidade (de Baden) na parte de integração para estrangeiros. Como havia eu e mais duas portuguesas no curso, ela foi chamada para traduzir para a gente. Além dela haviam outras traduzindo para o inglês, macedônio e turco. Eu achei ótimo, porque eu queria saber 100% das informações. E como as crianças podiam ficar conosco na sala durante o curso, qualquer descuido, já perco o fio da meada.

Aos poucos vou contando como está sendo feito o curso, o material que recebemos, as informações sobre a escola. Vai render alguns posts esse assunto.

8 comentários em “A preparação para o Kindergarten

  • março 11, 2013 em 2:35 am
    Permalink

    Boa noite, sei que não é o local apropriado pra perguntar sobre isso, mas não consigo ver o email de vcs lá embaixo, no campo “Contato” (acho que tá meio zuado). Gostaria de saber se pra entrar na Suíça, como turista (vou passar por aí, entre França e Itália), já que esta não faz parte da UE, se preciso de um visto antecipado.
    Muito obrigado! E parabéns pelo blog, gostei muito!
    Flavio

    Resposta
  • março 31, 2013 em 12:27 am
    Permalink

    Ana,
    Já estivealgumas vezes na Suíça e inclusive fiquei 3 meses na tentativa de estudar alemão…estou no level b1… gostaria de voltar ao pais para estudar mais ..Voce acha difícil conseguir emprego digno nas cidades ao redor de Zurich??
    Voce trabalha no pais?
    Se puder me dar sua opinião baseada em sua experiência, eu agradeceria muito!

    Abcs
    Lourdes

    Resposta
  • junho 20, 2015 em 6:57 pm
    Permalink

    Olá Ana, tudo bem? Venho acompanhando seu blog a algum tempinho já. Só tenho a te parabenizar e agradecer, pois tens me ajudado muito com toda essa mudança. Estamos a 6 meses na Suíça, meus filhos iniciaram o Kindergarten em agosto. Lendo seus artigos pude perceber que não tive nem a metade das informações que vocês tiveram. Também moro no Cantão de Aargau, em Schinznach-Dorf, pertinho de vocês. Confesso que voltei pra casa da primeira visita ainda com muitas duvidas. Esse alemão mata a gente! rsrsrsrrsrs. Ainda não recebi nenhuma lista de material escolar… Estamos todos ansiosos aqui…se Deus quiser irá correr tudo bem! Beijos, tudo de bom.. Háá, também tenho um blog, ele é novinho ainda… http://www.umlindodiaparasorrir.com

    Resposta
    • junho 22, 2015 em 10:20 am
      Permalink

      oi Kellyn, tudo bem?
      fiquei muito feliz em saber que vc mora aqui pertinho e acompanha o blog também.
      Se vc precisar de alguma ajuda, pode falar. As informações dependem muito de prefeitura para prefeitura. Mas não muda muito em relação à lista de material. Sobre o alemão….bem….este é um caso a parte. No início a gente pira mesmo…hahaha mas depois que engrena, as coisas começam a ficar bem mais claras. Como moro numa cidade com muitos estrangeiros, isso facilita para mim. A prefeitura oferece muita coisa em outras línguas.

      Vou visitar o seu blog.
      Beijos,
      Ana

      Resposta
  • junho 29, 2016 em 5:39 pm
    Permalink

    Boa tarde Ana,

    me mudarei para Lausanne em meados de agosto para fazer um mestrado na EPFL, irei com minha esposa e dois filhos (de 3 e 5 anos). De antemão já te peço desculpas por minhas várias dúvidas, que são as seguintes:

    1) Tenho prazo para inscrever as crianças na escola? Já fui informado (na entrevista do mestrado) que o ano letivo lá se inicia no dia 22/8. Ainda, elas podem começar a estudar depois do início das aulas (pois penso em levá-las somente em setembro)?

    2) Sabe se preciso levar alguma documentação da escola daqui do Brasil? Embora o mais novo já estude aqui no Brasil, sei que aí na Suíça ele ainda não teria idade para estudar.

    3) As crianças só falam português (em Lausanne o idioma é o francês). Tem algum programa especial da escola para inclusão/imersão na língua?

    4) Como é definida a escola onde as crianças estudarão? É de acordo com o endereço de minha futura residência?

    Desde já agradeço pela sua atenção e a parabenizo pelo blog tão bacana!

    Abraço,

    Raphael Rezende

    Resposta
    • agosto 4, 2016 em 2:11 am
      Permalink

      Oi Raphael, tudo bem? Desculpa a demora da resposta, mas é que estava de férias no Brasil.
      Bem…sobre suas perguntas:
      1) ao se registrar na prefeitura da cidade onde vc for morar, a escola recebe a informação de que vc têm filhos e enviarão por correio o formulário para poder matricular eles.
      Sim, ela podem começar a estudar depois do início do ano letivo. O que não pode é a criança ficar sem escola. Na Suíça isso é proibido.
      2) o mais novo dos seus filhos não entrará no jardim ainda. Somente o de 5 anos. Os documentos da escola do Brasil não tem validade aqui. Ele será inserido numa turma de jardim de infância com crianças da idade dele, para que possa aprender a língua.
      4) será durante as aulas do jardim, na escola mesmo.
      5) a escola é de acordo com o seu endereço. Normalmente é a mais próxima da casa do aluno.

      Abraços,

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *