Frankfurt – o centro financeiro da Europa

Nossa primeira parada no passeio pela Alemanha foi em Frankfurt. A cidade tem aproximadamente 680 mil habitantes e é o centro financeiro da Europa. Lá estão o Banco Central Europeu, o Deutsch Bundesbank e a Bolsa de Valores de Frankfurt (a maior da Alemanha). Ao chegar na cidade é possível ver de longe os prédios modernos da área financeira à beira do Rio Main.

Chegando em Frankfurt

Frankfurt é a terra natal de Anne Frank e Goethe e lá estão os seus respectivos museus. A casa onde Goethe morou durante sua juventude fica bem próxima ao centro antigo. Neste museu e no de Anne Frank nós não fomos, pois chegamos tarde na cidade e eles já estavam fechados quando estávamos passeando pelo centro.

Nosso hotel ficava uns 7km da região central e lá passava somente uma linha de ônibus que poderia nos levar ao metrô. Porém, decidimos encarar a “cidade grande” de carro(a impressão que eu tenho morando na Suíça é que toda cidade fora daqui é grande). Mesmo a moça da recepção do hotel ter nos orientado que pelo horário (17h) seria complicado o trânsito, tomamos coragem e lá fomos nós. Eis que para nossa surpresa não havia  nenhum trânsito. Parecia até feriado!!!

Rua do nosso hotel

O primeiro lugar que fomos foi o Banco Central Europeu. Nele havia muitos manifestantes na frente do prédio, reivindicando um mundo mais justo financeiramente, claro! Mas tudo muito pacífico e calmo. Nada de gritos. Mas a primeira sensação que eu tive era que alguém iria largar uma bomba naquele lugar (estaria eu um tanto neurótica?).

Banco Central Europeu

Bem…depois fomos percorrendo o centro da cidade e admirando os prédios enormes. Me senti em São Paulo (nas suas devidas proporções).

Prédio da Deutsche Bahn

Prédio do UBS (banco suíço)
Praça da Antiga Ópera

Passamos pela Antiga Ópera e depois fomos comer alguma coisa na Grosse Bockenheimer Strasse. A Grosse Bockenheimer Strasse é um calçadão cheio de restaurantes dos dois lados. Muita coisa servida para ser consumida rápida, como um sanduíche ou o tradicional pão com salsicha (bratwurst).  Prático para os que saem do trabalho e resolvem fazer uma boquinha antes de ir para casa. Mas é possível encontrar também pratos quentes deliciosos e a uma sorveteria da Häagen-Dazs.

Antiga Ópera
Saladas cheias dos molhos
Chuvinha com frio, só um creme de cenoura salva!!
E uma sobremesa porque ninguém é de ferro né?

Neste meio tempo começou a chover e na correria para escapar de tanta água, esqueci de passar na frente da Bolsa de Valores. Esta foi minha maior decepção. A gente até tentou ir de carro até lá mais tarde, mas o GPS simplesmente pirou e não nos ajudou.

Shopping

Enfim….fomos até a Dom, a catedral de Frankfurt. Nela eram feitas as coroações dos Reis entre 1562 e 1792.

Dom, a catedral

Bem próximo dali fica o Römerberg, centro histórico de Frankfurt onde está localizada a Câmara Municipal. Em 1944, durante a II Guerra Mundial, parte do lugar foi destruído. Os prédios foram reconstruídos conforme os originais. É em Römerberg que acontece o mercado de natal da cidade e comemorações como as vitórias nas Copas do Mundo.

Römerberg
Câmara Municipal
Römerberg

Depois, seguimos pela beira do Rio Main até chegarmos ao estacionamento.

Sobre a cidade, achei muito bonita! Gostei mesmo do contraste do antigo com o moderno dos prédios! Mas um dia está ótimo para conhecer tudo e ainda sobra tempo para ver o pôr do sol a beira do rio. No nosso caso não foi possível, pois São Pedro não ajudou.

Rio Main

Para quem tem interesse, é possível agendar uma visita gratuita na Bolsa de Valores de Frankfurt.

– Bolsa de Valores – Visitas

Sobre informações turísticas de Frankfurt, podem acessar os links abaixo:

Turismo em Frankfurt

– Museu e Casa do Goethe

– Museu de Anne Frank

2 comentários em “Frankfurt – o centro financeiro da Europa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *