Oh abram alas….

Não, este não é um post atrasado de carnaval. Hoje eu vou contar como foi tirar a carteira de motorista aqui na Suíça.
Para quem já tem a do Brasil, fica bem mais fácil e rápido.

Primeiro você precisa preencher o formulário de saúde (que é este aqui) e depois ir até uma ótica fazer o exame de visão. Lá eles irão carimbar e você assina na frente deles. Se precisar de óculos para dirigir, será anotado neste formulário. Por este serviço é preciso pagar 15 francos.

Depois, é preciso ir até a prefeitura com os seguintes documentos:
– carteira de habilitação brasileira (original);
– visto (original) e
– 1 foto 3,5cm x 4,5cm

Lá eles ficam com a carteira de motorista e fazem uma cópia para você. É importante a cópia deste documento, pois é com ele que você vai conseguir dirigir até vir a carteira suíça. Do visto também é feita uma cópia e junto com o formulário de saúde, enviados ao departamento de trânsito do estado. E você paga para a prefeitura uma taxa de 20 francos.

Na semana seguinte você vai receber uma carta informando que a carteira do Brasil foi aceita. Nesta carta, você precisa assinar e reenviar ela para o departamento de trânsito. Observe a sua categoria para ver se está correta também.

Para mim, este tempo que eles usam para receber a nossa carteira brasileira e nos mandar esta carta, eles aproveitam para investigar se não tivemos nenhum envolvimento com acidente de trânsito ou outro tipo de atitude que não seria a correta. Pois não vejo outra explicação para este procedimento.

Quando retornar esta carta, logo em seguida (tudo por correio e muito rápido) você recebe outra carta com a data e horário da prova. Esta data não é possível trocar, a não ser que você tenha algum problema de saúde. Se isso acontecer, envie o atestado para o departamento de trânsito para eles remarcarem o teste.

Neste meio tempo é preciso fazer aulas práticas de direção. Para quem tem a habilitação brasileira, a lei suíça libera da prova teórica. Mas como aqui existem algumas diferenças no trânsito, é bom garantir e fazer umas aulas. Geralmente os instrutores fazem um pacote de 5 aulas, que fica mais barato que pagar por aula.

Bem…sobre as auto-escolas o que me chamou atenção é que os instrutores são proprietários de seus carros. Isto é, não existe uma empresa com vários carros e com professores contratados. Cada instrutor é a própria empresa e o telefone de contato é o seu celular. Com a parte teórica existem escolas que são um grupo de instrutores e para a aula prática os alunos escolhem com quem fazer.

O meu instrutor eu consegui com a indicação de um amigo brasileiro. Ele é super concorrido e, como não tinha pressa, acabei marcando as aulas com ele mesmo. Foi na primeira ligação que fiz para ele que descobri que ele falava espanhol. 🙂 Meio caminho andado. Porém, depois percebi que isso só me cansava. Durante as aulas ele falava em espanhol comigo e dizia as direções em alemão. Eu saía da aula exausta. Era muita informação sobre o trânsito em espanhol e alemão, além de ter que cuidar de carros, pedestres e ciclistas. Bota trabalhar a cabeça!!! 🙂

Enfim…com o sucesso do Michel Teló, o instrutor não resistiu e perguntou se eu conhecia a tal música!! Na hora pensei: Tava demorando!!!
Outra situação que depois eu ri muito (em casa, claro) foi quando ele me explicou que, se eu não passasse neste exame prático, teria que fazer tudo de novo, além da prova teórica. Foi quando eu perguntei para ele se a prova era só em alemão. O que eu queria saber com esta pergunta era se teria a opção de fazer a prova em inglês. Então ele me respondeu super educado que não era para eu me preocupar, pois tinha em outras línguas a prova: francês e italiano. Juro que na hora pensei: só pode ser pegadinha, onde estão as câmeras???? Eu não sei francês e mal entendo italiano!!!

No dia da minha prova prática o senhor que foi me avaliar era super simpático. Bem querido ele já perguntou se eu tinha uma menina ou menino, ao ver a cadeirinha no carro. Depois já puxou assunto e queria saber onde eu trabalhava, o marido, quantos anos minha filha tinha…..e eu nervosa e pensando: vai falando que eu vou dirigindo tá?? Não posso responder agora!!!

Meu marido tinha ido junto e ficou no prédio onde os avaliadores trabalham. A minha prova durou uns 15 minutos e o senhor já mandou eu voltar. Nem na auto estrada ele pediu para eu ir. Bah, desanimei e já estava me vendo ter que fazer tudo de novo, rodada na prova. Eu acabei perguntando para ele se não teríamos que andar mais de carro. Ele me disse: não, vamos voltar que o seu marido está lhe esperando!

Bom…eu atordoada que estava, chego, estaciono o carro e ele me diz parabéns! Na hora não conseguia assimilar nada, minha cabeça estava a mil. E eu perguntei se aquilo era tudo, se tinha terminado. Ele disse que sim e fez uma observação de um trecho que passei, que deveria ter andado mais devagar. Ok!

Mas sabem quando a pessoa não está segura de que está tudo certo? Então, esperei chegar minha carteira para ter a certeza absoluta de que realmente eu tinha passado! Só acredito vendo!!!

E minha prova foi sexta-feira passada e a habilitação chegou ontem. O departamento de trânsito devolve a carteira brasileira com um carimbo de que não é válida na Suíça. O detalhe que a habilitação suíça é vitalícia!!!!

*Minha habilitação foi feita no Kantão de Aargau. Talvez haja diferença de algum procedimento em outro Kantão.
**Se alguém precisar, o site do meu instrutor é este aqui.

19 comentários em “Oh abram alas….

  • abril 4, 2012 em 3:20 pm
    Permalink

    Parabéns…..esse é um processo temido por mtos…..e, vc venceu mais essa etapa….agora aproveita a liberdade e roda a europa toda no possante…..Beijos e fiquem bem.

    Resposta
    • abril 5, 2012 em 8:55 am
      Permalink

      Muuuito obrigada!!! Agora ninguém me segura!! kkkkkk
      beijão

      Resposta
  • abril 4, 2012 em 3:41 pm
    Permalink

    PARABÉNS Aninha!!!!
    Suei frio só de ler a tua história! E adorei a nova cara do blog!
    Beijos, Lu

    Resposta
    • abril 5, 2012 em 8:56 am
      Permalink

      Oi Lu…que bom que gostou do novo layout. 🙂
      Beijão e bom feriadão!

      Resposta
  • abril 4, 2012 em 5:34 pm
    Permalink

    Ana, adorei o nomo layout do blog… ficou lindo! Bj.

    Resposta
  • abril 9, 2012 em 10:52 pm
    Permalink

    Parabéns pela carteira!

    E aqui, a cinco anos atras, se podia tirar a carteira de motorista até no supermercado. Só pediam para pagar a taxa e levar algum documento de identificacao oficial. Tiram uma foto sua e te entregam a carteira em 30 min. Sem exame teórico ou prático.
    Dizem que a corrupcao para “acelerar o processo” era tanta, que o governo resolveu cobrar mais caro e fazer a carteira na hora mesmo.
    Se nao se pode vencer o inimigo, junte-se a ele!

    Besitos!

    Resposta
    • abril 10, 2012 em 9:09 am
      Permalink

      bah….quanta diferença!!! E que solução encontraram hein??

      Beijos e obrigada!!!!

      Resposta
  • abril 11, 2012 em 4:24 pm
    Permalink

    Primeiro, parabéns minha querida. Sei por experiencia propria como é difícil tirar carteira de motorista nos “estrangeiros”. Infelizmente aqui a carteira não é vitalícia. Ao contrário, se o teu visto está para vencer, mesmo que a teu documento seja valido, ele expira junto. Outra coisa, mudou de estado, tem que fazer tudo de novo. O atendimento nos “Detran” daqui são de forma geral um horror, demorado e sem vontade. Achamos um local aqui perto, Peekskill que funciona legal e o atendimento é satisfatório. Mas a coisa é punk também aqui.

    Resposta
    • abril 12, 2012 em 8:28 am
      Permalink

      Muito obrigada minha amiga!!! Esta vida de “estrangeiro” nos dá muitos desafios. Mas a gente é forte né??? 🙂
      E pelo visto, até ai tem o seu jeitinho burocrático né?
      Pelo menos isso aqui é bem mais prático.

      Resposta
  • novembro 7, 2012 em 9:41 am
    Permalink

    Ana, adorei este post. Eu moro em Genebra e também passei por este processo para fazer a minha carteira de motorista, com uma diferença: eu só falo português…que sufoco! Mas passei! E aqui em Genebra me entregaram a carteira suiça na hora e não colocaram nenhum carimbo na minha carteira brasileira. Mas preciso confessar que o medo me fez fazer várias aulas práticas, com a ajuda e a paciência do meu esposo ao lado para ir traduzindo todas as orientações do instrutor…rsrs

    Resposta
    • novembro 7, 2012 em 9:12 pm
      Permalink

      Pois é Claudia, confesso também que fiquei com medo de não passar! Rsrsrs ainda bem que já passou né? 😀
      Eu não sei pq carimbaram minha carteira aqui, o que achei um absurdo. Um documento de outro país e eles “mexem” como se não fosse nada!

      Resposta
  • janeiro 8, 2013 em 6:49 pm
    Permalink

    o Ana td bem querida?, moro na suiça ( ticino) perto de Lugano, eu estava apavorada, pois dia 04.02.2013 terei exame pratico pra fazer, vc nem faz ideias de como fiquei mais tranquila em encontrar seu blog, graças a Google kkkkkkkk, gostaria de saber, se o instrutor te fez alguma pergunta sobre placas ou algo do genero? bjs querida Fabiana Rusca

    Resposta
    • janeiro 9, 2013 em 7:22 pm
      Permalink

      Oi Fabiana, fico feliz de saber que tem mais uma brasileira por perto. 🙂
      O avaliador não me perguntou nada sobre placas. Ele só indicava o caminho que eu deveria seguir e nada mais.
      Boa sorte pra vc na prova!
      Abraços

      Resposta
  • fevereiro 10, 2015 em 8:37 pm
    Permalink

    Ola! Eu tenho uma duvida, eu tenho a carteira de motorista no Brasil, mas ja moro aqui desde 2008, entao sera que ainda é valido para fazer somente o exame pratico ou tenho que fazer todp processo?

    Resposta
    • fevereiro 10, 2015 em 10:19 pm
      Permalink

      Oi Nara, quando eu fiz a minha carteira na Suíça eu já morava há 3 anos. E mais dois amigos fizeram isso também, fizeram com mais de um ano morando no país. Eu acredito que seja válido. Se eu fosse vc, entraria com os papéis pra fazer só a pratica. Não custa tentar.

      Resposta
  • junho 13, 2016 em 8:49 pm
    Permalink

    Oi Ana, tudo bem?
    Muito obrigada pelas informações práticas para tirar a habilitação Suiça, esse é meu próximo passo neste lindo país.
    Você pode confirmar se o documento que deve ser entregue na prefeitura é esse: http://www.ueken.ch/documents/Lernfahrgesuch.pdf ?

    O link que você postou não existe mais…

    Muito obrigada,
    Bianca

    Resposta
    • junho 15, 2016 em 12:20 am
      Permalink

      oi Bianca…é esse mesmo. Vou arrumar o link no post. Obrigada.
      Beijos e boa sorte!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *