Pan!

Hoje o post foi feito pela nossa colaboradora Flávia, que mora no México. Vejam as delícias que ela tem para nos mostrar!!

__________________

Às vezes fico pensando como algumas coisas foram “inventadas”, como por exemplo, o pão. Como uma coisa tão complexa de se fazer foi criada. E tão boa de comer…

Parece que o primeiro pão se elaborou a 70 mil ano. Que o nosso parente, o Homo Erectus, “descobriu” que podia comer algumas sementes e cereais e que se fossem torradas, agradariam mais o paladar. E daí para começar a colocar um pouco de água e fazer uma papinha foi fácil. E nesta mesma época, já tinham o domínio do fogo. Eram capazes de produzir fogo e mantê-lo aceso. E possivelmente, um acidente doméstico nos presenteou com um dos nossos melhores alimentos. Bastou que essa papinha caísse nas pedras quentes de alguma fogueira para que se elaborasse o primeiro pão-biscoito!

O México tem uma variedade imensa de pães, se estima que existam mais de 60 tipos diferentes de pães, doces (cabe dizer que o bolo, quando é bolo sequinho, também é chamado de pão) e salgados. E que este número era ainda maior, mas alguns pães foram perdendo a procura e os padeiros foram deixando de fabricar algumas receitas que se perderam com o tempo. Quando vamos a uma padaria, o sistema de comprar pão também é muito diferente do Brasil: você entra e encontra umas estantes cheias de bandejas de pão. Com uma pinça e uma bandeja você fica todo perdido escolhendo qual levar, enche a bandeja (normalmente com mais pão que você tinha planejado!) e paga no caixa. Fácil? O sistema sim, mas escolher não!!!

Fonte: www.todotepeaca.com
Fonte: www.todotepeaca.com

E segue a seleção dos preferidos da família. Da família sim, porque a Lara (minha filha) sai da escola dizendo que quer comprar uma concha, e que ela “precisa de uma concha”.

Concha: a preferida da Lara!!! É um pão doce, tem a massa suave que quase derrete na boca e a cobertura de açúcar e manteiga, que pode ser assim branquinha ou de chocolate. O desenho da cobertura imita uma concha do mar. Daí vem o nome.

 

Fonte: yuritapia.blogspot.com

Chilindrina: pão doce, parecido na textura com a concha, mas tem sabor de baunilha. E
a cobertura é mais grossa.

Fonte: www.themijachronicles.com

Garibaldi: é um bolinho de manteiga, coberto com geléia de damasco e com um monte de granulado colado nele. Os granulados podem ser brancos, coloridos ou de chocolate.

Fonte: theothersideofthetortilla.com
Fonte: lapinchecocinera.blogspot.com

Rehilete: a tradução de rehilete é cata-vento. O pão é uma massa folhada suave em forma de cata-vento. No meio, onde se juntam as pontas, se coloca creme de baunilha (crema pastelera), ou maçã com canela, ou cream cheese com geléia de amora…

Pan de muerto: é um pão doce e suave, com bastante sabor de manteiga e um delicado sabor de água de azahar. Também pode ter um sabor de anis e/ou laranja. Toda essa delícia é coberta com açúcar. É um pão típico da festa de Dia de Muertos e o formato tradicional tem esses desenhos em cima que é para ficar parecido com os ossos de uma caveira.

Fonte: elgloton.com

Rosca de reyes: é o pão típico do Natal. Você encontra para comprar em dezembro até o Dia de Reis (06 de Janeiro). E a receita é de origem espanhola. A tradição é comer a rosca de reyes em família, porque dentro da rosca, o padeiro esconde bonequinhos que representam Jesus. Representa o fato de que Jesus teve que ser escondido e protegido quando nasceu. A pessoa que ganhar o pedaço com o bonequinho deve cuidar do Jesus do presépio até o Dia de la Candelária (02 de fevereiro). E neste dia comprar tamales (pamonha salgada) para toda a família. E o sabor é uma delícia! O pão é suave, tem laranja, pode de água de azahar e mais os sabores das frutas cristalizadas de cima. Muito bom, esperamos o ano todo para comer em dezembro!

Fonte: www.solountip.com
Fonte: www.zocalo.com.mx

7 comentários em “Pan!

  • novembro 1, 2011 em 12:29 pm
    Permalink

    Confesso q os teus posts sobre a comida mexicana tem aumentado consideravelmente o meu interesse em conhecer o Mexico. Q delicia!

    Resposta
  • novembro 1, 2011 em 4:36 pm
    Permalink

    Vou falar para vcs, este Mêxico é uma orgia gastronômica, hein? Muita coisa boa mesmo!!

    Resposta
  • novembro 1, 2011 em 6:29 pm
    Permalink

    Tá vendo!!! A natureza é linda, tem cidades coloniais com histórias incríveis, mas a comida… o turismo aqui vale a pena por vários lados!!!
    bjo queridas, obrigada pela abertura e o carinho!

    Resposta
  • novembro 2, 2011 em 1:15 am
    Permalink

    So posso dizer uma coisa…ja virei fa…To com agua na boca…
    Beijos!!!!!!

    Resposta
  • novembro 9, 2011 em 7:07 pm
    Permalink

    Adorei! Morrendo de vontade de ir visitar vocês! Beijos, e sucesso com os posts!!!

    Resposta
  • maio 24, 2012 em 10:31 am
    Permalink

    Ola, aqui na China o sistema de comprar pao e igual ai do Mexico e a variedade de paes esta aumentando consideravelmente encontramos paes de varias partes do mundo.

    Resposta
  • novembro 14, 2013 em 11:10 pm
    Permalink

    Parabens!Muito legal esse post.Teria sido interessante ter
    disponibilizado as receitas.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *