Canadá Parte 1: Montreal

No início de setembro saímos de férias. Apesar do atraso não voluntário em razão da “Irene”, rumamos em direção ao Canadá por 10 dias.

Estamos na região norte dos EUA, assim, em torno de 6 horas direto de carro conseguiríamos chegar na parte francesa do país (Província de Quebéc). Mas (um big MAS)… com as crianças, tudo dobra em termos de tempo, então resolvemos ir de avião para Montreal, nossa primeira parada.

Fiz questão de dividir a viagem em dois posts: Montreal e Quebéc City, pois realmente foram duas histórias completamente diferentes, mas que julgo valem a pena de serem relatadas.

Ao chegarmos, de noite, achei a cidade um charme, especialmente perto do nosso hotel, super bem localizado – SpringHill Suites Marriot: http://www.springhillmontreal.com/en/ – na parte antiga da cidade. Continuando o aspecto hotel, foi ótima nossa escolha. Além da localização, incluía um excelente café da manhã e uma lavanderia comum que facilitou muito a nossa vida em termos de não ter que levar muita roupa.

Entretanto, sobre Montreal, sinto dizer que a primeira impressão não foi a que ficou. A cidade é uma grande metrópole, com atrações (Biodôme, Observatório e outras…), algumas lojas interessantes (confesso que não muitas) e restaurantes (na maioria no estilo francês) legais. Mas tive a impressão que parece uma cidade a um passo de ser a cidade que um dia FOI.

Para ter uma idéia uma das grandes atrações é o Parque Olímpico (feito para os Jogos de 1976!!!), composto pelo Biodôme, Observatório, Jardim Botânico, entre outros.

Visitamos os dois primeiros, que realmente são de uma arquitetura e conceitos avançados, mas estão parece que parados no tempo, sem muita renovação. Tem um certo cheiro de naftalina, sabe?

De qualquer maneira, o Biodôme (http://www2.ville.montreal.qc.ca/biodome/site/site.php?langue=en) é muito legal, especialmente para crianças, pois apresenta a fauna e flora da: Floresta Amazônica, Floresta Canadense, Golfo de St. Lawrence, Costa de Labrador e Regiões Sub-Polares.

Biodôme

O Observatório de Montreal, é o maior do mundo com inclinação de 45o. graus. Um projeto diferente mesmo (e ponto.)

A Atração (com letra maiúscula) de Montreal para mim foi o :” And then there was the light” dentro da Basílica de Notre-Dame de Montreal.

Imagens do Show: “And there was the light” na Basílica de Notre Dame de Montreal

Uma idéia incrível de vender ingressos para um show/visitação dessa maravilhosa construção. Eles fazem uma projeção audio-visual com a história de Montreal e que culmina com a “apresentação da Basílica”. Difícil de descrever, mas definitivamente que eu recomendo.

Momento da “revelação” da Basílica ao Público

Além disso, fizemos um passeio de barco “Bateau Mouche” (confesso que esse nome não me gera bons presságios!). Nota geral: 7 (estrutura: 10, visual do passeio: 5)

E finalmente o que vale muito a pena é curtir a Vieux Montreal (cidade antiga). Aqui você pode curtir bons bares, restaurantes e o Marché Bonsecours (muito artesanato de qualidade, especialmente Inuit, a arte esquimó).

Não deixe de comprar doces e iguarias de Maple Syrup (não tem nada mais canadense que isso!), posso indicar o Les Délices D’Erable (http://www.mapledelights.com/sirop-erable/Les-Delices-de-lErable/Profil.aspx)

Parada Obrigatória: Confeitaria especializada em Maple Syrup

De restaurante sugiro o Creperie Suzette (child friendly enviroment, comida e atendimento excelentes!).

Fiquei meio sem saber se incluía ou não Montreal, na minha série dourada: Vale a Pena Conhecer! Foi legal, mas não show de bola. Já Quebéc City… aí você vai ter que ler o próximo post!

6 comentários em “Canadá Parte 1: Montreal

  • setembro 17, 2011 em 1:16 pm
    Permalink

    Vou esperar ansiosa por Quebec, e uma delícia ler suas experiencias, dá para sentir o gostinho dos doces e ficar com água na boca, bjs

    Resposta
  • setembro 21, 2011 em 12:29 am
    Permalink

    Paaaty! Nao sei se lembra de mim, sou a Paty esposa do Jon da Bunge, a gente se conheceu no pic nic! Haha! Parabens pelo blog, muito interessante os seus posts, e quando fui pra Montreal em 2009 tb fui na Creperia Suzette…muuuuuuito bom! 🙂 tb tive a mesma impressao, que Montreal eh bem parada, nao sei, eh uma sensacao estranha, jah Quebec….aaaaaaah como adorei! beijo grande!

    Resposta
    • setembro 21, 2011 em 4:32 am
      Permalink

      Claro que lembro Paty. Então vc me achou… legal. agora tenho o teu email. Bjs e obrigada pelo prestígio.

      Resposta
  • setembro 28, 2011 em 3:05 pm
    Permalink

    Oi Paty! Ainda nao fomos pra Quebec mas todos falam que eh lindo… mas nao posso deixar de dizer que adoramos Montreal… nos divertimos muito por la… nos seguimos os conselhos dos guias e conhecemos a cidade de bicicleta… o lado da “5th avenue” deles eh muito legal, principalmente a noite… restaurantes pequenos, bem parisienses, e boa comida! Enfim, vai aqui o meu incentivo, principalmente pra quem nao tem mais do que 2 dias livres pra passear, cidade sem muito o que ver, mas com sensacao de Europa 😉

    Resposta
  • outubro 3, 2011 em 8:36 pm
    Permalink

    Oi Paty,

    Realmente Montreal é muito charmosa pelo seu caráter europeu. Legais suas dicas !
    Vc foi ao parque no Monte Royal ?

    Abraços,
    Cristiana

    Resposta
  • outubro 3, 2011 em 8:59 pm
    Permalink

    Sabe que acabamos não indo. O último dia que tínhamos algumas coisas agendadas outdoor choveu e ficamos sem conhecer o Parc Mount-Royal.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *