Tamanho é documento aqui nos EUA!

Oiiiii!!!

Depois de um hiato de quase dois meses em meus posts, devido a uma viagem ao Brasil, volto à ativa . – Deixo aqui um a parte de obrigada a Aninha por segurar as pontas, sozinha, no giro do Blog. –

Bom, deixa eu me explicar em relação ao título do post. Estou falando de tamanho da família…. ahhhhhhhh!!!!

Achei interessante comentar sobre isso, pois vejo uma grande diferença cultural nesse assunto, entre a “Terra do Tio Obama” e a “Terra de Tia Dilma”.

Muitos dos que me leêm sabem que tenho dois filhos, talvez em menor número, outros tantos sabem do que eu passei ano passado com o nascimento do Antonio.

Resumindo, entre milhões de complicações que não valem a pena comentar, eu acabei perdendo o meu útero. Assim, não posso ter mais “babies”.

Aqui é que chega o ponto que quero comentar com vocês.

No Brasil, quando contava a minha história e dizia que não podia ter mais filhos, a primeira coisa que me falavam era: ” Mas, dois está de bom tamanho, né?” ou ” e você queria mais um? está louca?”

Nos EUA, o papo é quase diametralmente oposto. O primeiro comentário que segue a minha saga da gravidez é:

– Feel for you (que pena!!!)

Seguida por:

– But you have one boy and one girl? (mas, você tem uma menina e um menino?)

Quando respondo: Dois meninos, segue um desapontado:

– At least they are healthy and beautiful!!! (Pelo menos eles tem saúde e são lindos!)

Filhos aqui vêm em penca. Um atrás do outro. De preferência um por ano, quanto mais melhor. É super comum encontrar na escola do Gus, mulheres com 3, 4 ou 5 filhos. Um no colo, outros dois no carrinho e outro correndo na frente ou atrás. Detalhe: estou falando de escola particular, onde o pessoal tem um nível de médio para alto!

Filho único é raríssimo. Dois filhos, entram junto na média com as famílias de 3 crianças. Até porque se você perguntar para as mulheres que têm 2, se elas querem outro, 50% diz que quer, uns outros 30% diz já estar encomendando e os 20% restantes está pensando no assunto.

De certa forma, essa estatística me surpreende. Não imaginava que era assim, exatamente por ser um país desenvolvido.

As mulheres deixam de trabalhar por um certo período para se dedicar exclusivamente a família (dependendo do salário em questão, são os homens que viram donos de casa, ao invés delas).

Outra coisa é o fato de se ter um casalzinho. Se não tem uma menina e um menino –  pelo menos – , o clã não está devidamente completo.

De qualquer maneira, estou feliz com a nossa composicão “modesta mas honesta”.

Uma família legitimamente 3/4 brasileira e 1/4 americana!

Um comentário em “Tamanho é documento aqui nos EUA!

  • junho 24, 2011 em 3:59 am
    Permalink

    Paty eh bem assim mesmo, voce sabe que jah conversei contigo sobre o assunto!!!!! Mas guria, sua familia eh “modesta” AGORA…. espera vir nos netos, se cada 1 um dos seus filhos seguir a familia tradicional americana, voce deve ter uns 8 netinhos! hahahahahahahaha (estah de bom tamanho neh?!) O que acho muito legal aqui eh o tempo dedicado aos filhos, de pai ou mae largar o emprego para se dedicar as criancas! Fiz isto com meus filhos, e foi a melhor coisa do mundo!! Bem, isto eh outro post, que por sinal jah foi escrito por ti!!! Beijao enorme e bem vinda de volta aos States!!!! PS – Eu estou nos 20%!!!!!

    Resposta
  • junho 24, 2011 em 8:25 am
    Permalink

    Uau….que família grande este povo tem hein??? Nestas horas, sou bem brasileira. Dois está muito bom, obrigada!!! 🙂

    Resposta
  • junho 24, 2011 em 12:48 pm
    Permalink

    Que legal Paty, que a sua família é 3/4 brasileira!!!!
    Afinal, vocês estão na média da família… rsrs
    Bjs,
    Tia Laura

    Resposta
  • junho 24, 2011 em 1:36 pm
    Permalink

    Com certeza tem a ver com o fato de que eh MUITO mais caro ter filho no Brasil (principalmente em SP). Todas minhas amigas que moram em Manhattan (brasileiras ou nao) que nao optaram por escola particular (porque a publica eh muito ruim) nao sao tao animadas pra ter muitos filhos nao. Vc nao acha?

    Resposta
    • junho 24, 2011 em 1:51 pm
      Permalink

      Não estou tão certa Fê. Vejo também a maior disponibilidade e intencão das famílias em ter mais filhos aqui nos EUA. Um desejo social eu diria. Claro que o $ influi, mas acho que no Brasil as famílias estão mais ocupadas com outras atividades e ter muitos filhos não se apresenta como a primeira opção.

      Resposta
  • junho 24, 2011 em 2:11 pm
    Permalink

    Nao sei nao. Essa seria uma boa discussao (e pesquisa! ;)), acho que alem do fator financeiro, o fato de que as maes por aqui podem voltar ao mercado de trabalho depois de anos ficando em casa com os filhos, pesa muito tambem e ajuda a realizar a escolha de ter uma familia maior. Existe mais demanda e tambem menos pressao social mesmo: ninguem te olha torto depois que vc explica o “gap” no seu CV, muito pelo contrario, eh algo aplaudido e valorizado. Agora, vai explicar numa entrevista no Brasil que vc ficou 5-8 anos sem trabalhar porque quis ficar com os seus filhos pequenos em casa?

    Resposta
  • junho 24, 2011 em 5:24 pm
    Permalink

    Aqui no Brasil, existem, e não são poucos os pais que levam em conta sua situação financeira. Poder ficar com as crianças no perído em que elas mais precisam de proteção, para mim, foi decisiva. Na época, pude me dar a este luxo, e tive duas filhas, atualmente, não sei se conseguiria repetir a mesma situação… abço!

    Resposta
  • junho 24, 2011 em 10:03 pm
    Permalink

    Olá Paty!
    Que bom que você tem dois filhos. Assim você será paparicada pelos três homens da sua vida, além do seu pai, é claro. É muito bom ser mãe de menino, existe uma afinidade maior com a mãe… pelo menos é o que as minhas amigas sempre falam.
    Como estou no Brasil, vou ficar com um só. Decicimos ficar só com o Arthur, pelo motivo do Roberto estar sempre viajando e ficar todas as funções comigo…casa, filho, empresa, trabalho e família. Na escola do Arthur é super normal as crianças serem filhos únicos, acredito que mais da metade da sala dele seja de únicos!
    Fique tranquila, quando você voltar p/ cá, você estará na média!
    Bjs e Bom Fim de Semana!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *