Estudando na Universidade de Birmingham, Inglaterra

Hoje o post é da Sabrina Fadanelli, nossa colaboradora, que morou na Itália por 2 anos e meio. A Sabrina e o Mauro (noivo dela) voltaram para o Brasil em abril deste ano. Antes disso, ela fez parte de seu mestrado na Universidade de Birmingham, na Inglaterra. Veja o relato dela sobre a Universidade e a convivência com pessoas de outros países.

Olá pessoal, estou aqui mais uma vez para contar sobre minha experiência como aluna de mestrado da Universidade de Birmingham, na Inglaterra. Fiz uma parte do mestrado na Itália, à distância, e na segunda parte fiz aulas presenciais em Birmingham mesmo. Foi uma experiência e tanto. A Universidade e o campus são impressionantemente grandes, quadras e quadras de prédios e instalações de todos os tipos. Eu aluguei um quarto em uma casa bem próxima, então era moleza para ir para a aula todos os dias. Dividi a casa com dois meninos chineses e uma moça alemã. Todos muito gente fina (os chineses eram meio bagunceiros, não por serem chineses ou por serem meninos, mas talvez até por questão de criação e personalidade – um deles não sabia usar um esfregão! Quase morri de rir quando ele me perguntou o que era). Birmingham é a segunda maior cidade da Inglaterra, e o centro é muito moderno, sendo que a grande atração da cidade são os shoppings. Tem gente que vem até de Londres para fazer compras lá. Muito legal também a quantidade de vida cultural do lugar, tem teatro, shows, cinemas e apresentações em geral para todos os gostos, como seria de se esperar de uma grande cidade Européia.

Como meu objetivo era a vida acadêmica, e esta me mantinha bastante ocupada, acabei não desfrutando de todos os agitos culturais, mas de vez em quando claro que saíamos para dar uma volta no centro, eu e minha colega de casa alemã ou meus colegas de aula. Fui num cinema lá que nem era dos maiores, e tinha 25 salas de filmes diferentes! Imagina então os grandões 🙂 !

Aula de Corpus Linguistics

As aulas da Universidade nem eram tão puxadas, normalmente era uma carga horária de 1 ou 2 aulas por dia de 2 horas cada. Quem estuda no Brasil sabe que essa carga horária é fichinha, ainda mais que as aulas em Birmingham começavam não muito cedo, às 9 horas. Na verdade o trabalho pesado mesmo eram as leituras e os trabalhos para entregar, mas como eu estava só de estudante fazia tudo com muita vontade. Nada como só estudar, não ter que trabalhar também!

O mais legal de tudo era o alto nível dos professores, todos com 1 ou 2 Doutorados ou Pós-Doutorados, e um pessoal bacana, aquele tipo de professor que sai da aula e se tem um intervalo vai direto tomar um café com os alunos. Todos muito acessíveis. Na verdade vida de professor universitário na Universidade de Birmingham nem é tão difícil, eles têm direito a 5 meses de licença por ano para pesquisa, e têm também dentro do horário de trabalho um número x de horas para atender os alunos. Aqui no Brasil professor universitário tem que dar aula o ano todo de 30 a 40 horas por semana, fazer pesquisa nos fins de semana e dar um jeito de atender os alunos nas horas vagas.

As salas de aula ou eram no estilo auditório, ou eram estilo laboratório de computação. As bibliotecas eram muito grandes e acho que tinha umas 10 no campus. Não tinha desculpa para não ler e estudar! Dentro do campus havia também um ‘centro’ com um supermercado, algumas lojas e bancos, tudo muito à mão. Mas eu acabava indo em outros mercados, pois eram um pouco mais baratos. Aliás desfazendo o mito de que comida na Inglaterra é cara: se eu fosse nos mercados mais em conta, eu conseguia fazer 3 refeições diárias, sem passar fome, por 5 Libras! Tem muita oferta de comida boa e barata nos mercados.

Entrada do Campus

E a oportunidade de falar com e conhecer tantas outras culturas! No mesmo curso tinha várias pessoas da Coréia, da China, do Japão, e também de países bem diferentes como Líbia, Síria, Líbano, e Arábia Saudita. Além claro dos Europeus, Ingleses, Italianos, Franceses. Fiz bastante amizade com uma moça Russa, uma moça Dinamarquesa e uma Inglesa, até porque querendo ou não, os Asiáticos e o pessoal dos países de língua Árabe acabavam meio que se fechando um pouco nos grupinhos deles mesmo. Uma pena, mas é uma característica talvez até de cultura. No final do trimestre fizemos um almoço em que cada um deveria levar um prato de comida típica de seu país. Como feijoada e churrasco eram meio difíceis de fazer, fiz e levei uns docinhos, o brigadeiro e o quindim. Não sobrou um! Depois do almoço rolou até uma partida de Croquet, um jogo britânico em que se deve fazer a bola passar entre as mini-goleiras de metal.

Jogando Croquet

Bom, acho que esses eram os pontos mais importantes. Eu recomendo a mesma experiência a todos, me enriqueceu muito e foi a realização de um sonho poder estudar em uma Universidade Européia. E, sinceramente, o valor de um curso no exterior hoje em dia está parelho ou até mais acessível que muitos cursos no Brasil. E a pessoa até pode ganhar uma grana vendendo doces brasileiros 🙂 !

Um comentário em “Estudando na Universidade de Birmingham, Inglaterra

  • março 26, 2012 em 2:34 am
    Permalink

    Tem muitos brasileiros?

    Para fazer um curso de ingles, recomenda?

    Custo de vida alto?

    Resposta
    • março 27, 2012 em 8:20 am
      Permalink

      Oi Jaque, quem fez este post foi a Sabrina, nossa colaboradora. Vou encaminhar um mail para ela, com cópia para vc, com suas perguntas, OK?

      Resposta
      • janeiro 20, 2013 em 11:51 pm
        Permalink

        Oi Jaque, em 2010 na universidade não tinha muitos brasileiros, porém Birmingham é a segunda maior cidade da Inglaterra e os brasileiros estão na cidade com certeza.Eles tinham várias opções de cursos de Inglês na Universidade, mas não sei se eram bons pois fiz um mestrado e não cursos de Língua. O custo de vida não é alto em termos de transporte e comida, porém se recomenda ficar em casas de estudante, onde cada um tem seu quarto e se divide o banheiro e a cozinha. Morar sozinho é caro.
        Qualquer outra dúvida é só escrever para sabrina_mina2006@hotmail.com

        Abraços

        Resposta
  • janeiro 10, 2013 em 8:55 pm
    Permalink

    ola , olha eu preciso de ajuda :S eu queria estudar na universidade de birmingham , vou acabar agora o 12 ano em ciencias este ano .. nao sabe o que eu preiso de ter para estudar la ? e como ?

    Resposta
    • janeiro 20, 2013 em 11:54 pm
      Permalink

      Oi Rita, depende do que vc quer estudar lá, graduação ou pós graduação? No site da Universidade eles têm todas as informações, e vc tb pode escrever p/ o coordenador do curso que vc quer (tem no site), eles sempre respondem. Para estudar em qualquer universidade no exterior vc deve ter uma certificação de Língua Inglesa, ou o IELTS ou o TOEFL, e cada universidade determina a nota que vc deve tirar p/ poder entrar. Além disso vc tem que legalizar seus diplomas e certificados em algum consulado Britânico no Brasil, em todas as cidades grandes tem um.

      Abraços

      Resposta
  • fevereiro 17, 2013 em 3:35 am
    Permalink

    Olá Sabrina, adorei o post, gostaria de saber se eles fazem muitas exigencias? Tipo, é preciso ter sido um aluno brilhante durante todo o ensino médio ou ter participado de trabalhos voluntarios/olimpiadas? Vc foi por conta propria?
    Obrigada.

    Resposta
    • fevereiro 18, 2013 em 6:52 pm
      Permalink

      Oi Paula, que bom que vc gostou! Na verdade o nível de exigência deles é mais com o Inglês, você precisa de no mínimo um score 7 (isso p/ um mestrado, graduação acho que é menos, 6) no teste do IELTS. Aí a questão de diplomas e certificados você tem que entrar no site dos departamentos, procurar o curso que te interessa e ver o que els pedem. O link: http://www.birmingham.ac.uk/schools/index.aspx Se vc escrever p/ o coordenador do curso ou departamento eles respondem tb. No meu caso, eu tinha um diploma de graduação e outro de pós, e isso serviu direitinho p/ fazer um mestrado, e minhas notas (desculpe a falta de modéstia hehehe) eram boas. Tem tb que legalizar os seus papéis em algum consulado Britânico perto de onde vc mora, mas o processo é feito na hora.Eu fui por conta própria, e paguei por tudo por conta própria tb, porém se for comparar o valor de um curso lá é o mesmo que se paga aqui. Só tem as despesas com moradia, alimentação e transporte que p[esam, obvio.
      Se tiver mais alguma dúvida escreve p/ mim: sabrina_mina2006@hotmail.com
      Abraços!

      Resposta
  • maio 8, 2013 em 3:44 am
    Permalink

    Ola Sabrina tudo bem?
    estou pensando em fazer a graduacao sanduiche em Birmingham e gostaria de te perguntar, e se voce sabe me dizer o custo de moradia la? quanto voce pagava do quarto? se voce sabe sobre os alojamentos da faculdade?
    obrigadaa
    beijao

    Resposta
  • maio 23, 2013 em 7:55 pm
    Permalink

    Oi Maira, tudo bem? O custo de moradia na parte de Birmingham que se chama Harborne, perto da Universidade de Birmingham (eu morava a 10 min. a pé), era mais ou menos uns 400 Pounds por mês por um quarto privativo em uma casa dividida com outras pessoas, mas isso era 2011. Não sei sobre os alojamentos da universidade, infelizmente. Qualquer outra dúvida é só escrever. Abraço!

    Resposta
  • agosto 7, 2013 em 10:24 pm
    Permalink

    Olá Sabrina, faço doutorado no Brasil e pretendo fazer o sanduíche em Birmingham, eu vou com minha esposa, será que consigo um alojamento por lá na Universidade, haja vista que a minha bolsa é muito pouca. Acho também que ela terá que trabalhar lá para me ajudar, só que ela não fala inglês e eu falo mais ou menos, o que vc acha???

    Resposta
  • agosto 8, 2013 em 6:17 pm
    Permalink

    Oi Walery, eu não sei se vc consegue alojamento na Universidade, não fiquei em alojamento lá, entre no site e consiga o contato dos alojamentos. Sua esposa tem cidadania Italiana ou visto válido de trabalho para a Inglaterra? Se sim pode ser que ela consiga algum serviço de fazer faxina ou algo assim, mas eu recomendo que ela aprenda a falar pelo menos um pouco de Inglês. Se ela não tem documentação válida, acho bem difícil ela conseguir emprego, ainda mais não falando, eles ainda estão em crise e está faltando trabalho p/ todo mundo. Fora que existe uma grande chance de ela ser deportada quando voltar, pois eles vão perceber a intenção de vcs. Se vc não tem uma certificação internacional de Inglês, o IELTS ou o TOEFL com menos de 2 anos vc não tem como fazer nenhum curso de pós graduação na Inglaterra, espero que vc esteja planejando fazer antes de tentar a vaga. Abraços

    Resposta
  • agosto 31, 2013 em 6:19 pm
    Permalink

    Que experiência maravilhosa! Você saberia me dizer se existe curso de inglês para estrangeiros nessa Universidade? Sucesso prá você!

    Resposta
  • março 27, 2014 em 8:18 pm
    Permalink

    Excelente relato, Sabrina. Moro em Birmingham e tenho um blog sobre a cidade – inclusive, já entrevistei alunos da universidade e as dicas deles estão publicadas em alguns posts: http://brummiebr.com/
    Abraços!

    Resposta
    • março 27, 2014 em 10:34 pm
      Permalink

      Obrigada Melissa! Vou conferir o teu blog, abraços!

      Resposta
  • agosto 29, 2014 em 3:38 am
    Permalink

    Olá ana pode aconselhar-me como posso encontrar casa ou quarto para alugar em birbimgham ? Qual é o preço médio ?adorei o post 🙂 Obrigada

    Resposta
    • agosto 29, 2014 em 1:04 pm
      Permalink

      Oi Maria, você pode entrar no site http://uk.easyroommate.com/ ou fazer contato com o Sr. Manu Kishore Agrawal (pode achá-lo no Facebook) que me alugou o quarto em uma residência. Abraços! Sabrina.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *