Lugano – a Itália na Suíça

Desde que chegamos, já visitamos algumas cidades da Suíça. As paisagens aqui são muito bonitas e me passam paz, tranquilidade. Ano passado fomos comemorar meu aniversário passeando por Lugano(na Suíça) e Milão (na Itália). Sobre Milão, eu conto em outro post. Hoje vou falar sobre a cidade de Lugano que fica no cantão de Ticino, o cantão italiano do país. Neste tipo de viagem, a gente começa a perceber as diferenças aqui. Além da língua, tudo muda quando se passa para uma região de outro idioma (no caso da Suíça, ela possui a parte alemã, francesa, italiana e onde se fala o rätoromanisch – ou romanche em português. O romanche é bem parecido com o italiano.) O nome das cidades, a voz do trem que anuncia a chegada nas estações, o nome das plataformas de trem. E a gente vai entrando em outro mundo. Sem falar que as pessoas são bem mais agitadas e falam mais alto na parte italiana. Quando fomos em Lugano, a impressão era que estavamos na Itália. Não parecia a Suíça que a gente vive.

Ficamos num hotel bem em frente da estação de trem. E na própria estação a gente pegava um trenzinho (parecido com o trem que sobe para o Cristo Redentor, no Rio) para irmos ao centro da cidade. Na verdade, a área onde fica a estação é mais alta e o centro fica na parte baixa. Por isso o trem.

Os trilhos do trem que nos levou da estação até o centro

No centro, passamos por uma feira de produtos coloniais e frutas. Essas feiras são bem comuns aqui.
E a bela vista do Lago de Lugano. Muito bonito realmente.

os produtos expostos na feira
não era somente nós de brasileiros por lá!

É em Lugano que acontece o famoso Festival de Jazz. As apresentações são no centro da cidade, ao ar livre e é gratuito. Ele acontece sempre no mês de julho. Ainda não fomos neste festival, mas tenho muita vontade.

centro de Lugano

Próximo de Lugano fica o maior outlet da Suíça. Fomos passear por lá também. Fica na cidade de Mendrisio, há 20 minutos de trem. Vale a pena ir. Porém, só achei ruim a locomoção dentro do outlet com carinho de bebê. Tínhamos que usar o elevador de carga e que não tinha sinalização de onde ficava. E no meio de tanta loja, a gente se perdia um pouco.

Lago de Lugano

Lago de Lugano
Lago de Lugano

Pretendemos voltar em Lugano, pois achamos que ficamos pouco tempo por lá. Chegamos ao meio-dia e saímos na manhã do dia seguinte. No lago é possível fazer passeios de barco, mas a gente optou por caminhar pela cidade por causa do pouco tempo.

PS: hoje quando acordei estava nevando. Pouco, mas estava. Quando nevar mais forte, e acho que isso não irá demorar muito, eu coloco fotos aqui para vocês verem.

Um comentário em “Lugano – a Itália na Suíça

  • novembro 24, 2010 em 11:09 am
    Permalink

    Ola, me chamo Regiane, brasileira…paranaense, e desde Dezembro/2008 moro em Schlieren, proximo a Zurich.
    Conheço Lugano ( a parte italiana) e tbm conheço Geneve (a parte francesa). Particularmente, prefiro a parte italiana.

    Resposta
    • novembro 24, 2010 em 12:01 pm
      Permalink

      oi Regiane, moramos “meio” próximas. Também conhecemos a parte francesa da Suíça, na viagem que fizemos de férias por aqui, em janeiro de 2008. Esperamos que goste do nosso blog. Já dei uma olhada no seu. Eu particularmente adoro cozinhar. Até pensei em fazer um curso aqui. Mas ainda preciso aprender mais alemão. Abraços,

      Resposta
  • novembro 24, 2010 em 1:19 pm
    Permalink

    Daí, Anaaaa!!!! Conseguiiiii!!! Estou aqui acompanhando seu blog todos os dias, logo que chego no escritório pela manhã. Hein, tá que a paisagem daí é linda, mas não dá uma saudade dos pampas gaúchos???? E outra: o preço da manga está barato? É minha fruta favorita!!! Beijo, primaaa!!!

    Resposta
    • novembro 24, 2010 em 3:18 pm
      Permalink

      Sim Carol…sinto saudades do RS, apesar de aqui ter muitos lugares bonitos. Mas nada como a nossa terra né?
      Olha…o preço da manga não é barato…infelizmente. Esta é uma das frutas que a Suíça importa. E isso contribui para que o preço seja salgado. Muitas frutas vem do Brasil. A manga e o mamão são algumas delas. Mas às vezes a gente compra para matar as saudades!!! Beijão,

      Resposta
  • julho 17, 2011 em 2:33 pm
    Permalink

    Ana,
    uma amiga vai um curso de queijos numa fazenda em Lugano. A data ela escolhe. te pergunto: quando começa o inverno bravo naquela região? Até quando seria uma boa época pra não pegar muito frio e neve? Ela quer ir antes pra poder aproveitar um pouco mais.

    Resposta
    • julho 17, 2011 em 4:30 pm
      Permalink

      Bom…a parte italiana da Suíça é mais “quente”. Eu moro no norte, próximo da Alemanha. Mas o inverno forte mesmo começa no país em novembro (quando geralmente começa a nevar). E vai até março. Um período bom para vir é abril/maio e setembro/outubro, pois não é considerada alta temporada ainda e o frio já é mais suportável.

      Resposta
  • julho 17, 2011 em 4:44 pm
    Permalink

    obrigada, Ana.
    Foi o que imaginei. Acho que ela vai aproveitar melhor o curso se for at[e outubro.

    boa sorte.

    reiko

    Resposta
    • julho 18, 2011 em 2:04 pm
      Permalink

      De nada. Que bom que pude ajudar em algo.
      Abraços,
      Ana

      Resposta
  • junho 8, 2012 em 7:41 pm
    Permalink

    Meu sonho é retornar um dia para a Suíça, é meio impossível. Mas sonhar não custa nada! é o lugar + lindo que conheci!!!

    Resposta
  • janeiro 21, 2014 em 4:26 pm
    Permalink

    Oi Ana!
    Estou pensando em viajar para Lugano para fazer mestrado de arquitetura.
    Já estou me preparando da qui a uns três a quatro anos!
    Qual a dica que você me da para o cotidiano, comida e se possível onde se localiza a USI University of Lugano!

    Desde já obrigado!

    Resposta
    • janeiro 24, 2014 em 10:11 am
      Permalink

      oi Lucas,
      todas os posts sobre a Suíca vc encontra no link “tudo sobre a Suíça”, no alto da página.
      Abraços,

      Resposta
  • abril 16, 2016 em 10:54 pm
    Permalink

    Eu nunca fui a suíça mas gostava de ir para ai trabalhar gosto de trabalhar principalmente de fazer limpezas adoro, quem sabe um dia ainda tenho essa sorte.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *